PUBLICIDADE

s√£o paulo

Um em cada três testes RT-PCR feitos em SP dá positivo para Covid-19

De cada três pacientes que real­izam exame de RT-PCR no esta­do de São Paulo, um tem resul­ta­do pos­i­ti­vo para o novo coro­n­avírus, cer­ca de 33%. A infor­mação foi dada hoje (30) por Paulo Menezes, coor­de­nador do Cen­tro de Con­tingên­cia do Coro­n­avírus em São Paulo, em cole­ti­va à impren­sa no Palá­cio dos Ban­deirantes, sede do gov­er­no de São Paulo.

Segun¬≠do a Orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o Mundi¬≠al da Sa√ļde (OMS), a epi¬≠demia est√° sob con¬≠t¬≠role quan¬≠do uma regi√£o que real¬≠iza um alto n√ļmero de testes con¬≠segue alcan√ßar uma taxa de pos¬≠i¬≠tivi¬≠dade de cer¬≠ca de 5%, mantendo‚ÄĎa por, ao menos, duas sem¬≠anas.

Des¬≠de mar√ßo, in√≠¬≠cio da pan¬≠demia, at√© o dia 27 de jul¬≠ho, as redes p√ļbli¬≠ca e pri¬≠va¬≠da do esta¬≠do fiz¬≠er¬≠am 1.778.225 testes de diag¬≠n√≥s¬≠ti¬≠co para o novo coro¬≠n¬≠av√≠rus, sendo que 60% deles eram do tipo RT-PCR, que iden¬≠ti¬≠fi¬≠ca as pes¬≠soas que est√£o com o v√≠rus ati¬≠vo. O esta¬≠do soma 529.006 infec¬≠ta¬≠dos pelo v√≠rus e 22.710 mortes des¬≠de o in√≠¬≠cio da pan¬≠demia.

O restante dos exam­es foi feito ou por meio de testes sorológi­cos (27% do total), os chama­dos testes rápi­dos, que iden­ti­fi­cam as pes­soas que já tiver­am con­ta­to com o vírus e desen­volver­am anti­cor­pos; ou por meio de out­ros méto­dos (13%), como os de sangue venoso. No caso dos testes rápi­dos, um em cada qua­tro pacientes que fiz­er­am esse exame tiver­am diag­nós­ti­co pos­i­ti­vo, infor­mou Paulo Menezes.

No iní­cio da pan­demia, em março, o esta­do só tes­ta­va as pes­soas que estavam inter­nadas e por meio de RT-PCR. Naque­le mês o esta­do fez 26,7 mil testes, uma média de 900 testes diag­nós­ti­cos por dia. Com o tem­po, o esta­do começou tam­bém a realizar os exam­es rápi­dos e atual­mente, o esta­do real­iza, em média, 21,3 mil exam­es por dia. Até o dia 27 de jul­ho o esta­do con­tabi­li­zou 576,3 mil testes para o novo coro­n­avírus.

‚ÄúEssa m√©dia di√°ria de 23 mil testes equiv¬≠ale a cer¬≠ca de 52 testes a cada 100 mil habi¬≠tantes por dia, pata¬≠mar que a Ale¬≠man¬≠ha tes¬≠ta¬≠va em jun¬≠ho‚ÄĚ, disse Patri¬≠cia Ellen, secret√°ria de Desen¬≠volvi¬≠men¬≠to Econ√īmi¬≠co, na cole¬≠ti¬≠va √† impren¬≠sa. ‚ÄúNas √ļlti¬≠mas sem¬≠anas esta¬≠mos con¬≠seguin¬≠do chegar entre 28 mil e 30 mil testes por dia, o que equiv¬≠ale entre 60 e 65 testes a cada 100 mil habi¬≠tantes. A meta √© chegar, em agos¬≠to, ao pata¬≠mar de 72 testes a cada 100 mil habi¬≠tantes‚ÄĚ, acres¬≠cen¬≠tou ela.

Edição: Aline Leal/AB

PUBLICIDADE