PUBLICIDADE

mundo

Recorde histórico: Bovespa fecha acima dos 100 mil pontos

Pela primeira vez o principal indicador da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, fechou em alta, voltando a atingir os 100 mil pontos. O fato é reflexo das decisões sobre as taxas básicas de juros dos Estados Unidos e do Brasil.

O Ibovespa subiu 0,9%. aos 100.303 pontos, representando o maior patamar de fechamento já registrado. Antes, o recorde era de 99.993, batido em 18 de março. No ano, o índice acumula alta de 14%.

Após o anúncio, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que “notadamente desde a última reunião, aumentaram as incertezas no panorama”, e que os membros “estão conscientes da atual corrente contrária, incluindo os problemas comerciais e as preocupações sobre o crescimento mundial”.

Também houve reflexo no exterior, com o mercado de ações repercutindo o comunicado do presidente, com investidores avaliando que a decisão sinaliza um possível corte na taxa de juros do país ainda neste ano. Essa possibilidade acalmou investidores que estavam preocupados com a possibilidade de se iniciar uma guerra comercial com a China e, com isso, paralisar o crescimento econômico, destaca a Reuters.