PUBLICIDADE

mundo

Paraguai avan√ßa na reabertura com in√≠cio da fase ‚Äúquarentena inteligente‚ÄĚ

O Paraguai √© um dos pa√≠s¬≠es que, at√© o momen¬≠to, est√£o ven¬≠cen¬≠do a batal¬≠ha con¬≠tra o novo coro¬≠n¬≠av√≠rus (Covid-19). Com 1.289 casos reg¬≠istra¬≠dos e ape¬≠nas 11 mor¬≠tos, o pa√≠s n√£o reg¬≠is¬≠tra nen¬≠hum √≥bito h√° mais de um m√™s. Hoje (15), os paraguaios entram na fase 3 da ‚Äúquar¬≠ente¬≠na inteligente‚ÄĚ, proces¬≠so grad¬≠ual de reaber¬≠tu¬≠ra das ativi¬≠dades, definido pelo gov¬≠er¬≠no.

Nes¬≠sa nova eta¬≠pa, os restau¬≠rantes est√£o autor¬≠iza¬≠dos a abrir, des¬≠de que com agen¬≠da¬≠men¬≠to pr√©vio, reser¬≠va de mesa e reg¬≠istro indi¬≠vid¬≠u¬≠al¬≠iza¬≠do de cada cliente, com nome, sobrenome, endere√ßo, n√ļmero de doc¬≠u¬≠men¬≠to de iden¬≠ti¬≠dade e tele¬≠fone.

Em nota, o Min¬≠ist√©rio da Sa√ļde disse que as infor¬≠ma√ß√Ķes cole¬≠tadas ‚Äúser√£o usadas exclu¬≠si¬≠va¬≠mente pelo √≥rg√£o para ras¬≠trea¬≠men¬≠to de con¬≠tatos no caso de um caso da Covid-19 pos¬≠i¬≠ti¬≠vo ser iden¬≠ti¬≠fi¬≠ca¬≠do‚ÄĚ.

Atividades ao ar livre

As ativi¬≠dades ao ar livre tam¬≠b√©m est√£o autor¬≠izadas, des¬≠de que em gru¬≠pos de at√© duas pes¬≠soas. A pr√°ti¬≠ca de esportes em acad¬≠e¬≠mias e gin√°¬≠sios tam¬≠b√©m est√° lib¬≠er¬≠a¬≠da ‚ÄĒ exce¬≠to as ativi¬≠dades com con¬≠ta¬≠to f√≠si¬≠co -, des¬≠de que seja feito o reg¬≠istro das pes¬≠soas, com nome, sobrenome, endere√ßo, n√ļmero de doc¬≠u¬≠men¬≠to de iden¬≠ti¬≠dade e tele¬≠fone. Ativi¬≠dades esporti¬≠vas e recre¬≠ati¬≠vas ao ar livre para cri¬≠an√ßas e ado¬≠les¬≠centes devem ser acom¬≠pan¬≠hadas de um adul¬≠to, evi¬≠tan¬≠do o con¬≠ta¬≠to f√≠si¬≠co com out¬≠ras cri¬≠an√ßas que n√£o sejam do mes¬≠mo c√≠r¬≠cu¬≠lo famil¬≠iar.

Algu­mas ativi­dades cul­tur­ais, como cin­e­mas dri­ve-in, tam­bém são autor­izadas a par­tir de hoje (15), des­de que respeit­em o dis­tan­ci­a­men­to físi­co. Even­tos reli­giosos e cul­tos tam­bém estão lib­er­a­dos des­de que sejam garan­ti­dos 15 met­ros quadra­dos por pes­soa e um máx­i­mo de 20 pes­soas. Essas ativi­dades tam­bém devem ter agen­da­men­to prévio e reg­istro dos par­tic­i­pantes, como no caso de restau­rantes e ativi­dades físi­cas em locais fecha­dos.

As aulas pres­en­ci­ais seguem sus­pen­sas, em todos os níveis edu­ca­cionais. Estão autor­izadas tam­bém práti­cas lab­o­ra­to­ri­ais em uni­ver­si­dades, assim como a real­iza­ção de exam­es finais e defe­sas de teses para a con­clusão de perío­dos letivos.

De domin­go a quin­ta-feira, a cir­cu­lação está autor­iza­da de 5h da man­hã às 23h. Sex­tas-feiras e sába­dos, a pop­u­lação pode cir­cu­lar de 5h à meia noite.

Ape¬≠sar das novas flex¬≠i¬≠bi¬≠liza¬≠√ß√Ķes da quar¬≠ente¬≠na, o gov¬≠er¬≠no paraguaio insiste para que a pop¬≠u¬≠la√ß√£o siga adotan¬≠do as medi¬≠das san¬≠it√°rias, como o uso de m√°s¬≠caras, a con¬≠stante lavagem das m√£os e o dis¬≠tan¬≠ci¬≠a¬≠men¬≠to f√≠si¬≠co de 2 met¬≠ros.

N√ļmeros

Entre os 1.289 casos reg­istra­dos no Paraguai, 410 foram mul­heres (32%) e 879, home­ns (68%). O país tem 650 pes­soas curadas e 628 com sin­tomas da doença. Há nove pes­soas inter­nadas, sendo que duas delas estão em unidades de ter­apia inten­si­va (UTI).

O pa√≠s tem uma pop¬≠u¬≠la√ß√£o de 6,9 mil¬≠h√Ķes de habi¬≠tantes e real¬≠i¬≠zou, at√© o momen¬≠to, mais de 48 mil testes. O primeiro caso con¬≠fir¬≠ma¬≠do de con¬≠t¬≠a¬≠m¬≠i¬≠na√ß√£o pela covid-19 foi no dia 7 de mar√ßo. A √ļlti¬≠ma morte reg¬≠istra¬≠da no pa√≠s foi h√° um m√™s.

O Paraguai, que não tem saí­das para o mar e faz fron­teira com Bolívia, Argenti­na e Brasil, ain­da não anun­ciou pre­visão para reaber­tu­ra das fron­teiras.

Edição: Fer­nan­do Fraga/AB

PUBLICIDADE