PUBLICIDADE

brasil

País bate recorde de mortes e casos confirmados da Covid-19

O novo coro¬≠n¬≠av√≠rus infec¬≠tou mais de 3,7 mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas no mun¬≠do at√© esta quin¬≠ta-feira (7), cau¬≠san¬≠do mais de 264.000 mortes.

O Brasil bateu o recorde de mortes e casos con¬≠fir¬≠ma¬≠dos noti¬≠fi¬≠ca¬≠dos em 24 horas. Entre ontem e hoje, foram reg¬≠istra¬≠dos mais 10.503 pes¬≠soas infec¬≠tadas e 615 novos √≥bitos por covid-19. O n√ļmero de pacientes recu¬≠per¬≠a¬≠dos √© de 51.370. A atu¬≠al¬≠iza¬≠√ß√£o foi divul¬≠ga¬≠da pelo Min¬≠ist√©rio da Sa√ļde nes¬≠ta quar¬≠ta-feira (6).

No total, o pa√≠s chegou a 125.218 casos con¬≠fir¬≠ma¬≠dos de covid-19, um aumen¬≠to de 9% em rela√ß√£o a ontem, quan¬≠do foram reg¬≠istradas 114.715 mil pes¬≠soas nes¬≠sa condi√ß√£o. De acor¬≠do com o Min¬≠ist√©rio da Sa√ļde, deste total, 65.312 est√£o em acom¬≠pan¬≠hamen¬≠to (52,2%%) e 51.370 (41%) j√° foram recu¬≠per¬≠a¬≠dos, deixan¬≠do de apre¬≠sen¬≠tar os sin¬≠tomas da doen√ßa. Ain¬≠da s√£o inves¬≠ti¬≠gadas 1.643 mortes.

No Par√°, Bel√©m e out¬≠ras nove cidades entraram nes¬≠ta quin¬≠ta-feira (7) no chama¬≠do lock¬≠down, a quar¬≠ente¬≠na mais r√≠gi¬≠da, para con¬≠ter o avan√ßo do v√≠rus.

A regi√£o met¬≠ro¬≠pol¬≠i¬≠tana de S√£o Paulo deixou de ser o √ļni¬≠co foco de pre¬≠ocu¬≠pa√ß√£o do gov¬≠er¬≠no do Esta¬≠do. No √ļlti¬≠mo m√™s, entre os dias 3 de abril e 1 de maio, os casos do novo coro¬≠n¬≠av√≠rus dis¬≠pararam no inte¬≠ri¬≠or e litoral paulista. Segun¬≠do dados do Sis¬≠tema de Mon¬≠i¬≠tora¬≠men¬≠to inteligente de S√£o Paulo, lev¬≠an¬≠ta¬≠dos pela Sec¬≠re¬≠taria de Desen¬≠volvi¬≠men¬≠to Region¬≠al, o n√ļmero aumen¬≠tou 2532% nesse per√≠o¬≠do. Enquan¬≠to isso, na regi√£o met¬≠ro¬≠pol¬≠i¬≠tana, epi¬≠cen¬≠tro da doen√ßa no Esta¬≠do, o cresci¬≠men¬≠to de casos foi bem menor, de 625%.

Segun¬≠do o secret√°rio de Desen¬≠volvi¬≠men¬≠to Region¬≠al, Mar¬≠co Vin¬≠holi, a que¬≠da na taxa de iso¬≠la¬≠men¬≠to teve impacto sig¬≠ni¬≠fica¬≠ti¬≠vo no inte¬≠ri¬≠or do Esta¬≠do. ‚ÄúSe a pre¬≠ocu¬≠pa√ß√£o com o inte¬≠ri¬≠or antes era menor, ago¬≠ra a gente v√™ uma acel¬≠er¬≠a√ß√£o no n√ļmero de casos 4 vezes supe¬≠ri¬≠or do que a da regi√£o met¬≠ro¬≠pol¬≠i¬≠tana de S√£o Paulo. As taxas de iso¬≠la¬≠men¬≠to ca√≠ram e aumen¬≠taram o n√ļmero de casos atrav√©s de uma acel¬≠er¬≠a√ß√£o muito impac¬≠tante‚ÄĚ, aler¬≠tou.

 - REVISTA MAIS INFLUENTE BUSINESS

Dados: Agên­cia Brasil

 

 

PUBLICIDADE