PUBLICIDADE

brasil

Governo Federal lança campanha de conscientização e enfrentamento à violência doméstica

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lança, em parceria com o Ministério da Cidadania, a Campanha de Conscientização e Enfrentamento à Violência Doméstica.

Com o mote ‚ÄúDenuncie a viol√™ncia dom√©stica. Para algumas fam√≠lias, o isolamento est√° sendo ainda mais dif√≠cil‚ÄĚ, a campanha aborda n√£o somente a viol√™ncia contra a mulher, mas tamb√©m contra idosos, pessoas com defici√™ncia, crian√ßas e adolescentes.

Assista ao vídeo:

 

A Campanha entra no ar nesta sexta-feira (15), Dia Internacional da Fam√≠lia.¬†A ministra Damares Alves apontou que a campanha √© mais um esfor√ßo do Governo para chamar aten√ß√£o da popula√ß√£o para denunciar a viol√™ncia dom√©stica. “O cen√°rio aproximou o agressor da v√≠tima. Estamos colocando nossos canais para as pessoas pr√≥ximas, vizinhos e parentes denunciarem. √Č mais uma atitude do Governo Bolsonaro para proteger a fam√≠lia‚ÄĚ, destacou Damares.

Para incentivar a den√ļncia contra os agressores, as pe√ßas e v√≠deo divulgam os canais de atendimento da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH): o Disque 100, o Ligue 180 e o aplicativo Direitos Humanos Brasil, respons√°veis por receber, ouvir e encaminhar den√ļncias de viola√ß√Ķes aos direitos humanos.

Segundo o ouvidor nacional de direitos humanos, Fernando C√©sar Ferreira, a campanha √© uma importante oportunidade de amplia√ß√£o do atendimento. “A popula√ß√£o precisa conhecer os canais de atendimento e a efic√°cia deles. Quanto maior for a divulga√ß√£o, maior ser√° o n√ļmero de den√ļncias. Ampliando o nosso atendimento, mais v√≠timas s√£o alcan√ßadas e protegidas pela rede de prote√ß√£o‚ÄĚ, apontou.

Canais de atendimento

O Disque 100 e o Ligue 180 s√£o gratuitos e funcionam 24 horas por dia, inclusive em feriados e no final de semana, recebendo mais de 11 mil liga√ß√Ķes di√°rias. Dessas, aproximadamente mil s√£o den√ļncias de viola√ß√Ķes de direitos humanos.

Os canais funcionam como “pronto-socorro‚ÄĚ dos direitos humanos, pois atendem tamb√©m graves situa√ß√Ķes de viola√ß√Ķes que acabaram de ocorrer ou que ainda est√£o em curso, acionando os √≥rg√£os competentes e possibilitando o flagrante.

PUBLICIDADE