PUBLICIDADE

s√£o paulo

Governo de São Paulo dá início aos testes da vacina contra o coronavírus

O Gov¬≠er¬≠nador Jo√£o Doria anun¬≠ciou, para esta sem¬≠ana, o in√≠¬≠cio dos testes da Cov¬≠on¬≠aVac, vaci¬≠na con¬≠tra o coro¬≠n¬≠av√≠rus, no Brasil. O Insti¬≠tu¬≠to Butan¬≠tan rece¬≠ber√° as dos¬≠es de imu¬≠nizantes e place¬≠bos que ser√£o uti¬≠liza¬≠dos na real¬≠iza¬≠√ß√£o da ter¬≠ceira fase de ensaios cl√≠ni¬≠cos para desen¬≠volvi¬≠men¬≠to da vaci¬≠na, em parce¬≠ria com a far¬≠ma¬≠c√™u¬≠ti¬≠ca Sino¬≠vac Life Sci¬≠ence.

A car­ga com 20 mil dos­es, prove­niente da Chi­na, desem­bar­cou durante a madru­ga­da de hoje no Aero­por­to Inter­na­cional de Guarul­hos e será lev­a­da à sede do Insti­tu­to Butan­tan para ser ver­i­fi­ca­da. Em segui­da, será dis­tribuí­da aos 12 cen­tros de pesquisa respon­sáveis pelo recru­ta­men­to, apli­cação e acom­pan­hamen­to dos vol­un­tários.

‚ÄúVamos infor¬≠mar √† opini√£o p√ļbli¬≠ca brasileira e inter¬≠na¬≠cional sobre a evolu√ß√£o de cada resul¬≠ta¬≠do, respei¬≠tan¬≠do os crit√©rios √©ti¬≠cos, cien¬≠t√≠¬≠fi¬≠cos e con¬≠trat¬≠u¬≠ais da pesquisa. √Č um grande dia para a ci√™n¬≠cia brasileira. Um dia de esper¬≠an√ßa para mil¬≠h√Ķes de brasileiros e tam¬≠b√©m de habi¬≠tantes de out¬≠ros pa√≠s¬≠es onde essa vaci¬≠na dev¬≠er√° ser tam¬≠b√©m apli¬≠ca¬≠da‚ÄĚ, disse Doria.

Os testes da vaci­na, uma das mais avançadas do mun­do, começam nes­ta terça-feira (21) no Hos­pi­tal da Clíni­cas da Fac­ul­dade de Med­i­c­i­na da USP, na cap­i­tal paulista. A ter­ceira fase de testes no HC será dire­ciona­da a 890 vol­un­tários. Os pesquisadores do hos­pi­tal vão anal­is­ar os vol­un­tários em con­sul­tas agen­dadas a cada duas sem­anas. A esti­ma­ti­va é con­cluir as primeiras anális­es em até 90 dias.

Os demais 11 cen¬≠tros de pesquisa rece¬≠ber√£o as dos¬≠es de modo escalon¬≠a¬≠do. O estu¬≠do tem como meta a inclus√£o de cer¬≠ca de 9 mil vol¬≠un¬≠t√°rios ness¬≠es cen¬≠tros. Entre os recru¬≠ta¬≠dos, metade rece¬≠ber√° duas dos¬≠es do imu¬≠nizante num inter¬≠va¬≠lo de 14 dias e a out¬≠ra metade rece¬≠ber√° duas dos¬≠es de place¬≠bo, uma sub¬≠st√Ęn¬≠cia com as mes¬≠mas car¬≠ac¬≠ter√≠s¬≠ti¬≠cas, mas sem os v√≠rus, ou seja, sem efeito.

Essas pes­soas serão mon­i­toradas pelos cen­tros de pesquisa por meio de exam­es entre aque­les que tiverem sin­tomas com­patíveis à COVID-19. Assim, poderá ser ver­i­fi­ca­do pos­te­ri­or­mente se quem tomou a vaci­na ficou de fato pro­te­gi­do em com­para­ção a quem tomou o place­bo.

Entre as unidades do esta­do de São Paulo respon­sáveis pelos testes estão o Insti­tu­to de Infec­tolo­gia Emílio Ribas e Hos­pi­tal Israeli­ta Albert Ein­stein, tam­bém na cap­i­tal paulista; a Uni­ver­si­dade Munic­i­pal de São Cae­tano do Sul, Hos­pi­tal das Clíni­cas da Uni­camp (Camp­inas), Fac­ul­dade de Med­i­c­i­na de São José do Rio Pre­to e o Hos­pi­tal das Clíni­cas da Fac­ul­dade de Med­i­c­i­na da USP de Ribeirão Pre­to.

As pesquisas tam­bém serão real­izadas na Uni­ver­si­dade de Brasília (UnB), Insti­tu­to Nacional de Infec­tolo­gia Evan­dro Cha­gas de Fiocruz, no Rio de Janeiro, a Uni­ver­si­dade Fed­er­al de Minas Gerais, Hos­pi­tal São Lucas da PUC do Rio Grande do Sul e Hos­pi­tal das Clíni­cas da Uni­ver­si­dade Fed­er­al do Paraná.

Os testes ser√£o acom¬≠pan¬≠hados por uma comis¬≠s√£o de pesquisadores inter¬≠na¬≠cionais, que ter√£o aces¬≠so √† platafor¬≠ma cien¬≠t√≠¬≠fi¬≠ca para obser¬≠var o anda¬≠men¬≠to e garan¬≠tir transpar√™n¬≠cia em todo o proces¬≠so. Se hou¬≠ver suces¬≠so, a vaci¬≠na ser√° pro¬≠duzi¬≠da pelo Insti¬≠tu¬≠to Butan¬≠tan a par¬≠tir do in√≠¬≠cio de 2021, com mais de 120 mil¬≠h√Ķes de dos¬≠es.

‚ÄúEvi¬≠den¬≠te¬≠mente que a vaci¬≠na ser√° des¬≠ti¬≠na¬≠da a todos os brasileiros, n√£o ape¬≠nas aque¬≠les de S√£o Paulo. Isso ser√° feito atrav√©s do SUS, Sis¬≠tema √öni¬≠co de Sa√ļde, uni¬≠ver¬≠sal e gra¬≠tu¬≠ito a todos os brasileiros. O Insti¬≠tu¬≠to Butan¬≠tan ter√° todo o dom√≠nio da tec¬≠nolo¬≠gia, √© isto que pre¬≠v√™ o acor¬≠do com o lab¬≠o¬≠rat√≥rio Sino¬≠vac‚ÄĚ, com¬≠ple¬≠tou o Gov¬≠er¬≠nador.

Os vol¬≠un¬≠t√°rios que poder√£o se can¬≠di¬≠datar ao estu¬≠do s√£o profis¬≠sion¬≠ais da sa√ļde que este¬≠jam tra¬≠bal¬≠han¬≠do no atendi¬≠men¬≠to a pacientes com COVID-19. Al√©m dis¬≠so, o can¬≠dida¬≠to n√£o pode ter sofri¬≠do infec√ß√£o provo¬≠ca¬≠da pelo novo coro¬≠n¬≠av√≠rus, nem ter par¬≠tic¬≠i¬≠pa¬≠do de out¬≠ros estu¬≠dos. As mul¬≠heres n√£o podem estar gr√°vi¬≠das ou plane¬≠jarem uma gravidez nos pr√≥x¬≠i¬≠mos tr√™s meses. Out¬≠ra restri√ß√£o √© n√£o ter doen√ßas inst√°veis ou que pre¬≠cisem de med¬≠ica√ß√Ķes que alterem a respos¬≠ta imune.

Para saber se est√° den¬≠tro dos crit√©rios, o can¬≠dida¬≠to pode aces¬≠sar a platafor¬≠ma de triagem cri¬≠a¬≠da pelo Butan¬≠tan na p√°gi¬≠na espe¬≠cial do por¬≠tal do Gov¬≠er¬≠no. Nela, √© pos¬≠s√≠v¬≠el respon¬≠der a algu¬≠mas per¬≠gun¬≠tas e saber se tem o per¬≠fil necess√°rio para par¬≠tic¬≠i¬≠pa√ß√£o dos testes.

Ap√≥s esta eta¬≠pa, ser√£o infor¬≠ma¬≠dos os cen¬≠tros de pesquisa que devem ser procu¬≠ra¬≠dos para, enfim, ini¬≠cia¬≠rem todos os proces¬≠sos necess√°rios para con¬≠fir¬≠mar a par¬≠tic¬≠i¬≠pa√ß√£o. Cada cen¬≠tro ficar√° respon¬≠s√°v¬≠el pelas infor¬≠ma√ß√Ķes cole¬≠tadas dos vol¬≠un¬≠t√°rios, que ser√£o sig¬≠ilosas.

PUBLICIDADE