PUBLICIDADE

1.0 - RADAR3.0 - NEG√ďCIOS

Doutorado na Nova Zel√Ęndia √© op√ß√£o barata, de qualidade e vantajosa

Quem deseja cursar p√≥s-gradua√ß√£o na Nova Zel√Ęndia est√° cercado de excelentes motivos. Al√©m do ambiente de ensino rico e desafiador e da autoriza√ß√£o para trabalhar durante os estudos, os estudantes contam com a possibilidade de permanecer no pa√≠s e obter um trabalho qualificado em tempo integral na sua √°rea de estudos ap√≥s o t√©rmino do programa.

No sentido de atrair ‚Äúc√©rebros‚ÄĚ e estimular o interesse de brasileiros, por exemplo, a Nova Zel√Ęndia confere ao doutorando o mesmo status de estudante dom√©stico. Isso significa que o programa de doutorado se torna bem mais acess√≠vel: por volta de 6 a 7 mil d√≥lares neozelandeses por ano (entre R$ 13 mil e R$ 16 mil). No Brasil, em compara√ß√£o, os custos de um curso de doutorado podem chegar a R$ 2.680 por m√™s.O estudante internacional de ensino superior pode viajar para a Nova Zel√Ęndia com o c√īnjuge, que pode pedir visto de trabalho aberto e em per√≠odo integral durante o programa de estudos do parceiro. Al√©m disso, filhos de portadores de visto de trabalho podem frequentar as escolas p√ļblicas do pa√≠s como estudantes dom√©sticos, estudando gratuitamente em institui√ß√Ķes que est√£o avaliadas entre as melhores do mundo pelo exame PISA (Programa Internacional de Avalia√ß√£o de Estudantes).

Todas as oito universidades da Nova Zel√Ęndia fazem parte das 500 melhores do mundo no conceituado Quacquarelli Symonds World University Rankings (QS) e apresentam high quality na √°rea de pesquisa. S√£o elas: University of Auckland, University of Otago, University of Canterbury, Victoria University of Wellington, University of Waikato, Massey University, Lincoln University e Auckland University of Technology.

Como se candidatar ao doutoradoO estudante brasileiro pode entrar em contato diretamente com o professor que ele considera que poderia ser o orientador do projeto ou com um consultor que os departamentos tamb√©m t√™m (academic advisor). Os perfis dos professores s√£o p√ļblicos, podem ser encontrados nos sites das universidades. A taxa de resposta √© de 90%.

Finda a primeira etapa, é hora de o estudante se candidatar ao departamento, que aprova a parte acadêmica do projeto, e à universidade, que confere se o candidato tem todos os documentos necessários.

A apresenta√ß√£o do projeto deve ser objetiva: h√° um formul√°rio em que o estudante escreve √°rea de estudo, t√≠tulo provis√≥rio, resumo do projeto, relev√Ęncia acad√™mica, metodologia e bibliografia, totalizando 300 palavras. Recebendo a aprova√ß√£o, o aluno deve reunir tradu√ß√Ķes juramentadas de diplomas, hist√≥rico acad√™mico e profici√™ncia na l√≠ngua (IELTS ou TOEFL).

Vale lembrar que a Nova Zel√Ęndia √© o pa√≠s de l√≠ngua inglesa mais pac√≠fico do mundo (Global Peace Index) e tem a melhor qualidade de vida (Legatum Prosperity Index).

 

Fotos: Reprodução

PUBLICIDADE