PUBLICIDADE

brasil

Crise sanitária do país trava voos com insumos para vacinas, diz Fiocruz

As dificuldades para importar reagentes e insumos no Brasil fez a Fiocruz ‚Äúacender o alerta amarelo‚ÄĚ em rela√ß√£o √† fabrica√ß√£o nacional da vacina Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19. De acordo com Maur√≠cio Zuma, diretor da Bio-Manguinhos ‚Äď unidade da Fiocruz que produz o imunizante -, a crise sanit√°ria do pa√≠s tem feito companhias a√©reas estrangeiras negarem a realiza√ß√£o de voos para o Brasil.

Conforme Zuma, os recordes de mortes e novas cepas da doença são os motivos da resistência de companhias internacionais em enviar voos. Por conta disso, a produção de imunizantes da Fiocruz contra a covid-19 corre risco, já que os materiais importados são considerados fundamentais para a linha de produção.

O diretor da Bio-Manguinhos ressalta ainda que a alta demanda por esses suprimentos no mercado internacional é outro entrave enfrentado hoje para a aquisição.

Em nota ao Uol, a Fiocruz admitiu dificuldades com o transporte internacional e citou outros motivos para o cancelamento de voos. ‚ÄúAs companhias a√©reas est√£o com a malha reduzida e se deparando com constantes problemas com falta de tripula√ß√£o. Tal cen√°rio gera o aumento de prazos para recebimento de cargas, com atrasos e reprograma√ß√£o de voos. Programa√ß√Ķes de embarque s√£o postergadas, voos s√£o cancelados ou passamos pela situa√ß√£o de falta de espa√ßo para nossas cargas em aeronaves‚ÄĚ, diz o comunicado.

*Com¬†informa√ß√Ķes do UOL

PUBLICIDADE