PUBLICIDADE

brasil

Como um paciente é considerado recuperado da Covid-19

Mais de 1,5 mil¬≠h√£o de pes¬≠soas em todo o mun¬≠do j√° podem ser con¬≠sid¬≠er¬≠adas recu¬≠per¬≠adas da Covid-19, doen√ßa que se espal¬≠hou por mais de 180 pa√≠s¬≠es de todos os con¬≠ti¬≠nentes e foi declar¬≠a¬≠da uma pan¬≠demia pela Orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o Mundi¬≠al de Sa√ļde (OMS) em 11 de mar√ßo. A infec√ß√£o cau¬≠sa¬≠da pelo coro¬≠n¬≠av√≠rus Sars-CoV¬≠‚ÄĎ2 j√° con¬≠ta¬≠giou mais de 4 mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas no plan¬≠e¬≠ta, e, como a letal¬≠i¬≠dade do v√≠rus n√£o est√° entre as mais ele¬≠vadas de que se tem not√≠¬≠cia, boa parte desse grupo vai se jun¬≠tar aos recu¬≠per¬≠a¬≠dos nas pr√≥x¬≠i¬≠mas sem¬≠anas.

Um exem¬≠p¬≠lo desse prov√°v¬≠el movi¬≠men¬≠to nos n√ļmeros √© a Chi¬≠na, pa√≠s que reg¬≠istrou em dezem¬≠bro os primeiros casos da doen√ßa na cidade de Wuhan. O pa√≠s, de quase 1,4 bil¬≠h√£o de habi¬≠tantes, ado¬≠tou medi¬≠das sev¬≠eras de con¬≠fi¬≠na¬≠men¬≠to e infor¬≠ma que con¬≠teve a epi¬≠demia em um pata¬≠mar esta¬≠bi¬≠liza¬≠do de 84 mil casos. Des¬≠de o pico da trans¬≠mis¬≠s√£o na Chi¬≠na, entre o fim de janeiro e o in√≠¬≠cio de fevereiro, os reg¬≠istros di√°rios de casos foram reduzi¬≠dos a menos de 100 por dia, com raras exce√ß√Ķes. Com o cresci¬≠men¬≠to do n√ļmero de recu¬≠per¬≠a¬≠dos e a desacel¬≠er¬≠a√ß√£o das novas infec√ß√Ķes, o pa√≠s hoje soma cer¬≠ca de 79.2 mil cura¬≠dos e 4,6 mil mortes, em um uni¬≠ver¬≠so de 84 mil casos infor¬≠ma¬≠dos pelas autori¬≠dades san¬≠it√°rias do pa√≠s.

Muitos pa√≠s¬≠es, no entan¬≠to, ain¬≠da reg¬≠is¬≠tram um n√ļmero alto de novos casos todos os dias, o que faz com que o total de casos con¬≠fir¬≠ma¬≠dos da doen√ßa ain¬≠da seja mais que o dobro do de recu¬≠per¬≠a¬≠dos. O Brasil √© um dos pa√≠s¬≠es nes¬≠sa situ¬≠a√ß√£o, com mais de 188 mil casos con¬≠fir¬≠ma¬≠dos e cer¬≠ca de 79 mil recu¬≠per¬≠a¬≠dos. Como os quadros leves de infec√ß√£o cos¬≠tu¬≠mam durar 14 dias ap√≥s o in√≠¬≠cio dos sin¬≠tomas, uma parte con¬≠sid¬≠er√°v¬≠el da alta di√°ria de casos entra na con¬≠ta dos casos recu¬≠per¬≠a¬≠dos alguns dias depois.

Mas quan­do alguém pode ser con­sid­er­a­do recu­per­a­do de covid-19?

Contagem de recuperados

A Orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o Mundi¬≠al da Sa√ļde (OMS) con¬≠sid¬≠era, no caso dos doentes con¬≠fir¬≠ma¬≠dos por crit√©rio lab¬≠o¬≠ra¬≠to¬≠r¬≠i¬≠al, que est√£o recu¬≠per¬≠a¬≠dos aque¬≠les que tiver¬≠am dois resul¬≠ta¬≠dos neg¬≠a¬≠tivos para SARS-CoV¬≠‚ÄĎ2 com pelo menos um dia de inter¬≠va¬≠lo. J√° nos casos leves de covid-19, a OMS esti¬≠ma que o tem¬≠po entre o in√≠¬≠cio da infec√ß√£o e a recu¬≠per¬≠a√ß√£o dure at√© 14 dias.

O Min¬≠ist√©rio da Sa√ļde infor¬≠ma que, no caso do Brasil, o n√ļmero de recu¬≠per¬≠a¬≠dos con¬≠sid¬≠era os dois crit√©rios da OMS. De um lado, entram na con¬≠ta pacientes com infec√ß√Ķes mais graves que foram inter¬≠na¬≠dos e pas¬≠sam por novos testes para iden¬≠ti¬≠ficar se o v√≠rus con¬≠tin¬≠ua ati¬≠vo no organ¬≠is¬≠mo. Do out¬≠ro, est√£o os pacientes com casos leves, que entram na con¬≠ta de recu¬≠per¬≠a¬≠dos quan¬≠do n√£o apre¬≠sen¬≠tam mais os sin¬≠tomas ap√≥s 14 dias do in√≠¬≠cio da infec√ß√£o.

As autori¬≠dades san¬≠it√°rias do pa√≠s con¬≠sid¬≠er¬≠am que ain¬≠da est√£o em acom¬≠pan¬≠hamen¬≠to todos os casos noti¬≠fi¬≠ca¬≠dos pelas sec¬≠re¬≠tarias estad¬≠u¬≠ais de Sa√ļde nos √ļlti¬≠mos 14 dias que n√£o evolu√≠ram para √≥bito. Al√©m dis¬≠so, h√° os pacientes hos¬≠pi¬≠tal¬≠iza¬≠dos por s√≠n¬≠drome res¬≠pi¬≠rat√≥ria agu¬≠da grave (SRAG) que foram inter¬≠na¬≠dos nos √ļlti¬≠mos 14 dias e n√£o tiver¬≠am reg¬≠istro de alta ou √≥bito no Sis¬≠tema de Vig¬≠il√Ęn¬≠cia Epi¬≠demi¬≠ol√≥g¬≠i¬≠ca de Gripe (SIVEP Gripe).

Sintomas pós-alta

Para grande parte dess¬≠es recu¬≠per¬≠a¬≠dos, os sin¬≠tomas da covid-19 ter√£o fica¬≠do no pas¬≠sa¬≠do. Mas, para uma parcela deles, ain¬≠da ser√° pre¬≠ciso acom¬≠pan¬≠hamen¬≠to profis¬≠sion¬≠al. √Č o que expli¬≠ca a pneu¬≠mol¬≠o¬≠gista da Fun¬≠da√ß√£o Oswal¬≠do Cruz (Fiocruz) Patr√≠¬≠cia Can¬≠to.

‚ÄúPacientes que tiver¬≠am poucos sin¬≠tomas, com um quadro pare¬≠ci¬≠do com um res¬≠fri¬≠a¬≠do ou uma gripe, se recu¬≠per¬≠am bem e n√£o cos¬≠tu¬≠mam ter nen¬≠hum prob¬≠le¬≠ma depois dess¬≠es 14 dias‚ÄĚ, expli¬≠ca ela. ‚ÄúOs pacientes com quadro mais mod¬≠er¬≠a¬≠do n√£o saem dos 14 dias e voltam ao nor¬≠mal. Eles t√™m rece¬≠bido alta e procu¬≠ra¬≠do os servi√ßos de sa√ļde nova¬≠mente, ain¬≠da em recu¬≠per¬≠a√ß√£o, muitos com uma sen¬≠sa√ß√£o de cansa√ßo, ain¬≠da sem con¬≠seguir voltar √†s suas ativi¬≠dades nor¬≠mais. Muitos ain¬≠da apre¬≠sen¬≠tam fal¬≠ta de ar.‚ÄĚ

A pneu¬≠mol¬≠o¬≠gista expli¬≠ca que os casos mod¬≠er¬≠a¬≠dos s√£o aque¬≠les em que hou¬≠ve inter¬≠na√ß√£o sem a neces¬≠si¬≠dade de leitos de unidade de ter¬≠apia inten¬≠si¬≠va. ‚ÄúO que eu ten¬≠ho vis¬≠to, acom¬≠pan¬≠han¬≠do pacientes nes¬≠sa fase p√≥s-alta, s√£o pacientes ain¬≠da muito cansa¬≠dos, com relatos de fal¬≠ta de ar ain¬≠da. Prin¬≠ci¬≠pal¬≠mente os que j√° tin¬≠ham asma ou algu¬≠ma doen√ßa pul¬≠monar‚ÄĚ.

A comu¬≠nidade cien¬≠t√≠¬≠fi¬≠ca ain¬≠da bus¬≠ca respostas sobre a dura√ß√£o dessas lim¬≠i¬≠ta√ß√Ķes p√≥s-inter¬≠na√ß√£o, j√° que a pan¬≠demia ain¬≠da √© recente. ‚ÄúRelatos da Chi¬≠na indicam que pes¬≠soas sa√≠ram de alta com algum grau de fibrose pul¬≠monar, com cica¬≠trizes. A gente n√£o sabe se isso √© defin¬≠i¬≠ti¬≠vo e em que grau isso vai com¬≠pro¬≠m¬≠e¬≠ter a capaci¬≠dade res¬≠pi¬≠rat√≥ria das pes¬≠soas‚ÄĚ.

As con¬≠se¬≠qu√™n¬≠cias mais s√©rias t√™m sido obser¬≠vadas em pacientes que desen¬≠volvem os quadros graves da covid-19. Nesse caso, as com¬≠pli¬≠ca√ß√Ķes muitas vezes v√£o al√©m do pul¬≠m√£o durante a inter¬≠na√ß√£o, com insu¬≠fi¬≠ci√™n¬≠cia renal e prob¬≠le¬≠mas de coag¬≠u¬≠la√ß√£o.

‚ÄúEss¬≠es v√£o ter um per√≠o¬≠do muito mais lon¬≠go de recu¬≠per¬≠a√ß√£o‚ÄĚ, con¬≠ta ela. Como o tem¬≠po de inter¬≠na√ß√£o na unidade de ter¬≠apia inten¬≠si¬≠va pode chegar a sem¬≠anas, a neces¬≠si¬≠dade de fisioter¬≠apia res¬≠pi¬≠rat√≥ria e moto¬≠ra tem sido fre¬≠quente, prin¬≠ci¬≠pal¬≠mente para pacientes idosos.

O ataque do coro¬≠n¬≠av√≠rus a out¬≠ros √≥rg√£os, em alguns casos, leva os pacientes graves √† UTI antes mes¬≠mo da neces¬≠si¬≠dade de ven¬≠ti¬≠la√ß√£o mec√Ęni¬≠ca, e a recu¬≠per¬≠a√ß√£o dessas partes do cor¬≠po vai deman¬≠dar acom¬≠pan¬≠hamen¬≠to espe¬≠cial¬≠iza¬≠do ap√≥s a alta.

Resposta autoimune

Ape¬≠sar de a pneu¬≠mo¬≠nia viral ser a com¬≠pli¬≠ca√ß√£o mais comum dos casos graves de covid-19, a a√ß√£o dis¬≠sem¬≠i¬≠na¬≠da do v√≠rus no organ¬≠is¬≠mo tem sido obser¬≠va¬≠da por m√©di¬≠cos e cien¬≠tis¬≠tas, e ain¬≠da n√£o se tem certeza abso¬≠lu¬≠ta se o que deter¬≠mi¬≠na essas com¬≠pli¬≠ca√ß√Ķes √© o ataque dire¬≠to do v√≠rus ou uma respos¬≠ta exager¬≠a¬≠da do sis¬≠tema imunol√≥gi¬≠co.

‚ÄúH√° pacientes agra¬≠van¬≠do com uma respos¬≠ta imunol√≥g¬≠i¬≠ca muito exac¬≠er¬≠ba¬≠da. O pr√≥prio sis¬≠tema imune come√ßa a tra¬≠bal¬≠har de uma for¬≠ma descon¬≠tro¬≠la¬≠da, e muitas dessas les√Ķes podem ocor¬≠rer por con¬≠ta dessa respos¬≠ta infla¬≠mat√≥ria que o v√≠rus des¬≠en¬≠cadeia‚ÄĚ, pon¬≠dera a pneu¬≠mol¬≠o¬≠gista, que exem¬≠pli¬≠fi¬≠ca que ess¬≠es prob¬≠le¬≠mas podem chegar a √≥rg√£os como o c√©re¬≠bro e o cora√ß√£o.

Monitoramento

A pneu¬≠mol¬≠o¬≠gista acon¬≠sel¬≠ha que os pacientes recu¬≠per¬≠a¬≠dos que con¬≠tin¬≠uem apre¬≠sen¬≠tan¬≠do sin¬≠tomas como cansa√ßo busquem o servi√ßo de sa√ļde para acom¬≠pan¬≠hamen¬≠to m√©di¬≠co. O retorno √†s ativi¬≠dades deve ser cuida¬≠doso, e a pr√°ti¬≠ca de exer¬≠c√≠¬≠cios f√≠si¬≠cos, por exem¬≠p¬≠lo, deve ser retoma¬≠da de for¬≠ma grad¬≠ual, caso n√£o haja mais sin¬≠tomas res¬≠pi¬≠rat√≥rios.

‚ÄúSe o Mes¬≠si torce o p√© e fica qua¬≠tro sem¬≠anas sem jog¬≠ar, quan¬≠do ele vol¬≠ta, ele n√£o vai jog¬≠ar os dois tem¬≠pos. Ele entrar nos 10 min¬≠u¬≠tos finais de um jogo j√° gan¬≠ho. √Č por a√≠‚ÄĚ, brin¬≠ca ela, que pede que o dis¬≠tan¬≠ci¬≠a¬≠men¬≠to social e os cuida¬≠dos de higiene con¬≠tin¬≠uem, porque n√£o h√° garan¬≠tias de que pacientes j√° infec¬≠ta¬≠dos pos¬≠sam ser con¬≠sid¬≠er¬≠a¬≠dos imunes √† doen√ßa. ‚ÄúPer¬≠mane√ßa na sua casa‚ÄĚ, acon¬≠sel¬≠ha.

Com o cresci¬≠men¬≠to do n√ļmero de recu¬≠per¬≠a¬≠dos, a pneu¬≠mol¬≠o¬≠gista acred¬≠i¬≠ta que o acom¬≠pan¬≠hamen¬≠to desse grupo vai ger¬≠ar uma nova press√£o por servi√ßos de sa√ļde que pre¬≠cisa ser obser¬≠va¬≠da pelos gestores da √°rea.

‚ÄúA gente v√™ que muitos dess¬≠es recu¬≠per¬≠a¬≠dos s√£o pes¬≠soas ain¬≠da com algu¬≠mas seque¬≠las e sin¬≠tomas, ain¬≠da que a gente n√£o pos¬≠sa ter certeza de por quan¬≠to tem¬≠po elas ter√£o ess¬≠es sin¬≠tomas. Ver¬≠e¬≠mos um aumen¬≠to da deman¬≠da‚ÄĚ, con¬≠cluiu.

Fonte: Agên­cia Brasil

PUBLICIDADE