PUBLICIDADE

6.0 - ESTILO DE VIDAesporte

Colômbia joga com um a menos desde o primeiro tempo e perde para o Japão

O Japão sofreu, mas venceu a Colômbia por 2 a 1 e deu um passo importante em busca da vaga nas oitavas de final.

Logo aos três minutos do primeiro tempo, Carlos Sanchez meteu a mão na bola dentro da área, se tornou o segundo jogador mais rápido a ser expulso na história das Copas do Mundo e viu o juiz marcar pênalti para os japoneses. Na cobrança, Kagawa bateu com tranquilidade, quase no meio do gol e abriu o placar.

Aos 38, Quintero cobrou falta rasteira por baixo da barreira, no melhor estilo Ronaldinho Gaúcho, e empatou a partida. O goleiro japonês, Kawashima, ainda alegou que a bola não tinha entrado, mas a arbitragem, por meio da tecnologia da linha do gol, confirmou o empate.

No segundo tempo, o Japão fez valer a superioridade numérica e pressionou a Colômbia, que contava com grandes defesas do goleiro do Arsenal, David Ospina, para segurar o empate. Porém, aos 27 minutos da etapa final, após cobrança de escanteio, Osako subiu mais do que a zaga colombiana, cabeceou no canto, sem chances para Ospina, e colocou a seleção asiática novamente na frente.

A seleção sul-americana tentou ensaiar uma pressão em busca do empate mas, com um a menos, pouco conseguiu fazer.

Na próxima rodada, a Colômbia enfrenta a Polônia, no próximo domingo (24), às 15 horas (de Brasília), na Arena Kazan, precisando da vitória para permanecer na competição. O Japão enfrenta Senegal, também no domingo, às 12 horas, em Ecaterimburgo, podendo confirmar a classificação.

 

Foto: Reuters

PUBLICIDADE