brasil

Para ter F1, Governo do Rio aprova incentivo de R$ 302 milhões

Medida é mais uma na briga entre Rio e São Paulo pela sede do GP do Brasil a partir de 2021

Na semana passada, a Secretaria de Esporte do Estado do Rio de Janeiro aprovou um projeto de incentivo fiscal no total de R$ 302 milhões para que sejam realizadas as duas primeiras corridas da F1 no novo autódromo em Deodoro, segundo o UOL. Cada prova teria R$ 151 milhões para o governo deixar de receber, mais do que o teto estipulado pela Lei Estadual de incentivo ao esporte, que é de R$ 138 milhões.

Também foi aprovado que o período pretendido para a realização do GP seja de 2021 a 2030, como em São Paulo.

O autódromo ainda não saiu do papel e para que as obras comecem, é preciso da aprovação do estudo de impacto ambiental no terreno que foi cedido pelo Exército.

Segundo o promotor da prova, JR Pereira, o benefício nos dois primeiros anos seria para “fazer a máquina girar”, já que a captação de recursos para as corridas seriam anuais.

Durante o GP do Brasil de 2019, o governador João Doria esteve presente com representantes da prefeitura de São Paulo, o atual promotor do GP do Brasil, Tamas Rohonyi e o CEO da F1, Chase Carey. Segundo o ex-prefeito e atual governador, uma reunião no começo de dezembro seria decisiva para as pretensões paulistas na manutenção da corrida em Interlagos.

Paralelamente a isso, o Autódromo de Interlagos passa por um processo de concessão, visando passar a administração do complexo à iniciativa privada. A abertura dos envelopes está prevista para o dia 8 de janeiro.

Mais um fiasco?

Nesta semana foi anunciado que o Mundial de Endurance da FIA (WEC) não virá mais a São Paulo em 2020. O mais recente fiasco se junta a outros, envolvendo também Fórmula E, Indy e MotoGP, relembre:

A FIA anunciou nesta segunda-feira que São Paulo não receberá mais a etapa de 6 Horas do WEC prevista para o dia 1º de fevereiro.

A FIA anunciou nesta segunda-feira que São Paulo não receberá mais a etapa de 6 Horas do WEC prevista para o dia 1º de fevereiro.© XPB Images A FIA anunciou nesta segunda-feira que São Paulo não receberá mais a etapa de 6 Horas do WEC prevista para o dia 1º de fevereiro.

XPB Images

O circuito paulistano foi palco do mesmo evento de 2012 a 2014. A corrida deixou de ser realizada em 2015, uma vez que os prédios do paddock de Interlagos estavam passando por reformas e uma data adequada não pôde ser garantida.

O circuito paulistano foi palco do mesmo evento de 2012 a 2014. A corrida deixou de ser realizada em 2015, uma vez que os prédios do paddock de Interlagos estavam passando por reformas e uma data adequada não pôde ser garantida.© XPB Images O circuito paulistano foi palco do mesmo evento de 2012 a 2014. A corrida deixou de ser realizada em 2015, uma vez que os prédios do paddock de Interlagos estavam passando por reformas e uma data adequada não pôde ser garantida.

XPB Images

O Rio de Janeiro fazia parte dos planos para a primeira temporada da Fórmula E, no dia 15 de novembro de 2014, em um traçado planejado para a Marina da Glória, que substituiria o ePrix de Hong Kong.

O Rio de Janeiro fazia parte dos planos para a primeira temporada da Fórmula E, no dia 15 de novembro de 2014, em um traçado planejado para a Marina da Glória, que substituiria o ePrix de Hong Kong.© Divulgacao O Rio de Janeiro fazia parte dos planos para a primeira temporada da Fórmula E, no dia 15 de novembro de 2014, em um traçado planejado para a Marina da Glória, que substituiria o ePrix de Hong Kong.

Divulgacao

O país já havia sido retirado dos planos antes da saída de Hong Kong.

O país já havia sido retirado dos planos antes da saída de Hong Kong.© Divulgacao O país já havia sido retirado dos planos antes da saída de Hong Kong.

Divulgacao

Ainda na Fórmula E, São Paulo chegou a ser confirmada como local de etapa em 2018, no dia 17 de março, mas por uma série de questões ligadas à pista do Anhembi, os organizadores da categoria tiraram a corrida do local que recebeu a Indy.

Ainda na Fórmula E, São Paulo chegou a ser confirmada como local de etapa em 2018, no dia 17 de março, mas por uma série de questões ligadas à pista do Anhembi, os organizadores da categoria tiraram a corrida do local que recebeu a Indy.© IndyCar Series Ainda na Fórmula E, São Paulo chegou a ser confirmada como local de etapa em 2018, no dia 17 de março, mas por uma série de questões ligadas à pista do Anhembi, os organizadores da categoria tiraram a corrida do local que recebeu a Indy.

IndyCar Series

Por falar em Indy, a última tentativa de trazer a maior categoria de monopostos dos Estados Unidos foi desastrosa.

Por falar em Indy, a última tentativa de trazer a maior categoria de monopostos dos Estados Unidos foi desastrosa.© Divulgacao Por falar em Indy, a última tentativa de trazer a maior categoria de monopostos dos Estados Unidos foi desastrosa.

Divulgacao

Cinco dos 10 setores do autódromo já estavam com ingressos esgotados.

Cinco dos 10 setores do autódromo já estavam com ingressos esgotados.© Divulgacao Cinco dos 10 setores do autódromo já estavam com ingressos esgotados.

Divulgacao

Nem mesmo a Stock Car conseguiu voltar.

Nem mesmo a Stock Car conseguiu voltar.© Divulgacao Nem mesmo a Stock Car conseguiu voltar.

Divulgacao

A MotoGP também já fez parte dos planos de uma volta ao Brasil, mais precisamente, em Brasília (novamente).

A MotoGP também já fez parte dos planos de uma volta ao Brasil, mais precisamente, em Brasília (novamente).© Divulgacao A MotoGP também já fez parte dos planos de uma volta ao Brasil, mais precisamente, em Brasília (novamente).

Divulgacao

Em 2014, o Autódromo Nelson Piquet receberia uma corrida, mas as obras não ficaram prontas a tempo.

Em 2014, o Autódromo Nelson Piquet receberia uma corrida, mas as obras não ficaram prontas a tempo.© Divulgacao Em 2014, o Autódromo Nelson Piquet receberia uma corrida, mas as obras não ficaram prontas a tempo.

Divulgacao

A categoria já anunciou que pretende voltar ao Brasil em 2022, em uma prova no circuito ainda a ser construído em Deodoro, no Rio de Janeiro.

Projeto do Autódromo do Rio de Janeiro© Divulgacao Projeto do Autódromo do Rio de Janeiro

Divulgacao

O mesmo circuito faz parte de uma concorrência que envolve o Autódromo de Interlagos para receber a F1 a partir de 2021.

O mesmo circuito faz parte de uma concorrência que envolve o Autódromo de Interlagos para receber a F1 a partir de 2021.© Uncredited O mesmo circuito faz parte de uma concorrência que envolve o Autódromo de Interlagos para receber a F1 a partir de 2021.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista