PUBLICIDADE

brasil

OMS: não há expectativa de vacinação até início de 2021

Pesquisadores t√™m alcan√ßa¬≠do pro¬≠gres¬≠so no desen¬≠volvi¬≠men¬≠to de vaci¬≠nas con¬≠tra a Covid-19, com alguns estu¬≠dos em est√°¬≠gio avan√ßa¬≠do, mas o uso n√£o √© esper¬≠a¬≠do at√© o in√≠¬≠cio de 2021, disse o chefe do Pro¬≠gra¬≠ma de Emerg√™n¬≠cias da Orga¬≠ni¬≠za¬≠√ß√£o Mundi¬≠al da Sa√ļde (OMS), Mike Ryan, nes¬≠sa quar¬≠ta-feira.

A OMS está tra­bal­han­do para garan­tir uma dis­tribuição jus­ta das vaci­nas, mas neste meio tem­po é essen­cial con­ter a dis­sem­i­nação do novo coro­n­avírus, disse Ryan, já que os novos casos diários estão quase em níveis recordes em todo o mun­do.

‚ÄúEsta¬≠mos fazen¬≠do um bom pro¬≠gres¬≠so‚ÄĚ, afir¬≠mou o espe¬≠cial¬≠ista, obser¬≠van¬≠do que v√°rias vaci¬≠nas j√° est√£o em testes de Fase 3 e que at√© ago¬≠ra nen¬≠hu¬≠ma fra¬≠cas¬≠sou em ter¬≠mos de segu¬≠ran√ßa ou capaci¬≠dade de provo¬≠car uma rea√ß√£o imunol√≥g¬≠i¬≠ca.

‚ÄúReal¬≠is¬≠ti¬≠ca¬≠mente, s√≥ na primeira parte do pr√≥x¬≠i¬≠mo ano come√ßare¬≠mos a ver as pes¬≠soas serem vaci¬≠nadas‚ÄĚ, disse Ryan em um even¬≠to p√ļbli¬≠co nas m√≠dias soci¬≠ais.

A OMS est√° empen¬≠ha¬≠da em ampli¬≠ar o aces¬≠so a pos¬≠s√≠veis vaci¬≠nas e a aju¬≠dar a aumen¬≠tar a capaci¬≠dade pro¬≠du¬≠ti¬≠va, acres¬≠cen¬≠tou. ‚ÄúPre¬≠cisamos ser jus¬≠tos nis¬≠to, porque este √© um bem glob¬≠al. Vaci¬≠nas para esta pan¬≠demia n√£o s√£o para os ricos, n√£o s√£o para os pobres, s√£o para todos.‚ÄĚ

O gov¬≠er¬≠no dos Esta¬≠dos Unidos pagar√° US$ 1,95 bil¬≠h√£o por 100 mil¬≠h√Ķes de dos¬≠es de uma vaci¬≠na con¬≠tra Covid-19 que est√° sendo desen¬≠volvi¬≠da pela Pfiz¬≠er e pela empre¬≠sa de biotec¬≠nolo¬≠gia alem√£ BioN¬≠Tech, se ela se mostrar segu¬≠ra e efi¬≠ciente, dis¬≠ser¬≠am as empre¬≠sas.

Mike Ryan tam­bém aler­tou as esco­las a serem cautelosas com reaber­turas, até a trans­mis­são comu­nitária da Covid-19 estar sob con­t­role.

O debate norte-amer¬≠i¬≠cano sobre a retoma¬≠da das aulas se inten¬≠si¬≠fi¬≠cou ago¬≠ra que a pan¬≠demia est√° se alas¬≠tran¬≠do em dezenas de esta¬≠dos. ‚ÄúTemos que faz¬≠er todo o pos¬≠s√≠v¬≠el para levar nos¬≠sas cri¬≠an√ßas de vol¬≠ta √† esco¬≠la, e a coisa mais efi¬≠ciente que podemos faz¬≠er √© deter a doen√ßa em nos¬≠sa comu¬≠nidade‚ÄĚ, disse. ‚ÄúPorque se voc√™ con¬≠tro¬≠la a doen√ßa na comu¬≠nidade, pode abrir as esco¬≠las.‚ÄĚ

Fonte: Agên­cia Brasil

PUBLICIDADE