PUBLICIDADE

política

Novo secretário especial da Cultura é o ator Mário Frias

O ator, apre­sen­ta­dor e pro­du­tor cul­tur­al car­i­o­ca Mário Frias aceitou o con­vite do pres­i­dente Jair Bol­sonaro, para sub­sti­tuir Regi­na Duarte na Sec­re­taria Espe­cial de Cul­tura, órgão que tem sta­tus de min­istério. Frias, de 48 anos, ficou con­heci­do por papeis de galã em nov­e­las, nas várias emis­so­ras em que atu­ou.

No √ļlti¬≠mo domin¬≠go, M√°rio Frias deu uma lon¬≠ga entre¬≠vista √† col¬≠u¬≠nista car¬≠i¬≠o¬≠ca da revista A Mais Influ¬≠ente, Cl√°u¬≠dia Jan¬≠nuzzi, com √≠nte¬≠gra pub¬≠li¬≠ca¬≠da na revista Mais Mais Mais Online, igual¬≠mente do Grupo Lib¬≠er¬≠a¬≠do Junior de Comu¬≠ni¬≠ca√ß√£o (veja aqui). O ator sem¬≠pre man¬≠teve a pos¬≠tu¬≠ra de defen¬≠sor do Gov¬≠er¬≠no Bol¬≠sonaro em suas redes soci¬≠ais, fato que teria agrada¬≠do o pres¬≠i¬≠dente, al√©m da exper¬≠i√™n¬≠cia como gestor cul¬≠tur¬≠al e con¬≠hece¬≠dor do meio art√≠s¬≠ti¬≠co em ger¬≠al.

Nes­ta terça-feria (19), o pres­i­dente con­vi­dou Frias para um almoço no Palá­cio do Planal­to com diri­gentes do Fla­men­go e Vas­co, onde foi dis­cu­ti­da a vol­ta do Campe­ona­to Car­i­o­ca. O con­vite para o car­go acon­te­ceu logo após esse con­ta­to.

H√° uma sem¬≠ana - Na entre¬≠vista do √ļlti¬≠mo domin¬≠go, Cl√°u¬≠dia Jan¬≠nuzzi per¬≠gun¬≠tou sobre a infor¬≠ma√ß√£o que cir¬≠cu¬≠lou j√° na sem¬≠ana pas¬≠sa¬≠da, do even¬≠tu¬≠al con¬≠vite para a Sec¬≠re¬≠taria Espe¬≠cial de Cul¬≠tura, em meio aos comen¬≠t√°rios de que Regi¬≠na n√£o seria man¬≠ti¬≠da no car¬≠go. ‚ÄúVoc√™ foi mes¬≠mo procu¬≠ra¬≠do? Se con¬≠vi¬≠da¬≠do, aceitaria? Qual seria, caso fos¬≠se o secret√°rio, a grande mudan√ßa da estru¬≠tu¬≠ra de Cul¬≠tura que dev¬≠e¬≠ria ocor¬≠rer no Pa√≠s?‚ÄĚ, per¬≠gun¬≠tou a col¬≠u¬≠nista.

Frias ent√£o respon¬≠deu: ‚ÄúAcho aqui impor¬≠tante ressaltar que sou um cara a favor do Gov¬≠er¬≠no e qual¬≠quer a√ß√£o destru¬≠ti¬≠va da estru¬≠tu¬≠ra dos min¬≠ist√©rios e sec¬≠re¬≠tarias nesse momen¬≠to n√£o favore¬≠cem o Gov¬≠er¬≠no, nem o Pa√≠s. E, com rela√ß√£o √† secret√°ria de Cul¬≠tura, eu tor√ßo pela Regi¬≠na, estive na posse dela e acho que ain¬≠da n√£o teve tem¬≠po de faz¬≠er nada, mas √© a pes¬≠soa indi¬≠ca¬≠da por tudo que rep¬≠re¬≠sen¬≠ta. Quan¬≠to a con¬≠vite ofi¬≠cial, nun¬≠ca rece¬≠bi con¬≠vite nen¬≠hum; foi pura espec¬≠u¬≠la√ß√£o de um jor¬≠nal¬≠ista, que quis espal¬≠har uma fake news‚ÄĚ, despis¬≠tou. ‚ÄúN√£o ten¬≠ho neste momen¬≠to inter¬≠esse, mas estou e estarei aqui, para defend¬≠er o que acred¬≠i¬≠to. E eu acred¬≠i¬≠to no Gov¬≠er¬≠no do pres¬≠i¬≠dente e acred¬≠i¬≠to no homem Jair Bol¬≠sonaro‚ÄĚ.

 

Chefe da ante­ces­so­ra - Regi­na Duarte deve assumir, em breve, a direção da Cin­e­mate­ca Brasileira, que tem sede em São Paulo. Curiosa­mente, o órgao é lig­a­do à Sec­re­taria da Cul­tura do Gov­er­no Fed­er­al, o que equiv­ale diz­er que Mário Frias será o chefe da sua ante­ces­so­ra.

A insti¬≠tu¬≠i√ß√£o, cri¬≠a¬≠da nos anos 1940, na Vila Clementi¬≠no, √© respon¬≠s√°v¬≠el pela preser¬≠va√ß√£o da pro¬≠du√ß√£o audio¬≠vi¬≠su¬≠al brasileira, man¬≠ten¬≠do um acer¬≠vo de 250 mil rolos de filmes e mais de um mil¬≠h√£o de doc¬≠u¬≠men¬≠tos rela¬≠ciona¬≠dos ao cin¬≠e¬≠ma, como fotos, roteiros, car¬≠tazes e livros, entre out¬≠ros. √Č o maior acer¬≠vo de ima¬≠gens em movi¬≠men¬≠to de toda a Am√©ri¬≠ca Lati¬≠na.

Suces¬≠so na TV - M√°rio Frias ini¬≠ciou car¬≠reira na nov¬≠el¬≠in¬≠ha ‚ÄúCa√ßa Tal¬≠en¬≠tos‚ÄĚ (1996), na Globo. Depois, em ‚ÄúMal¬≠ha√ß√£o‚ÄĚ, con¬≠soli¬≠dou o futuro pos¬≠to de gal√£ que teria em out¬≠ros tra¬≠bal¬≠hos da emis¬≠so¬≠ra, como ‚ÄúSen¬≠ho¬≠ra do Des¬≠ti¬≠no‚ÄĚ, ‚ÄúAs Fil¬≠has da M√£e‚ÄĚ e ‚ÄúO Quin¬≠to dos Infer¬≠nos‚ÄĚ. Na Band, atu¬≠ou em Flori¬≠bel¬≠la (no ar, em reprise) e na Record, em ‚ÄúA Bela e a Feia‚ÄĚ e ‚ÄúA Ter¬≠ra Prometi¬≠da‚ÄĚ. Em 2010 estre¬≠ou como apre¬≠sen¬≠ta¬≠dor no ‚Äėgame show‚Äô ‚ÄúO √ļlti¬≠mo pas¬≠sageiro‚ÄĚ, na RedeTV!; em 2017 e 2018, apre¬≠sen¬≠tou o pro¬≠gra¬≠ma ‚ÄúT√ī de f√©rias‚ÄĚ, no SBT. Seu √ļlti¬≠mo tra¬≠bal¬≠ho √© o ‚Äėgame show‚Äô ‚ÄúA Mel¬≠hor Viagem‚ÄĚ, na RedeTV!.

Foto: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE