PUBLICIDADE

brasil

Na Baixada carioca, chuva forte se mistura com esgoto

Aos 77 anos, Nicéa Maria Pin­to de Almei­da pas­sou a madru­ga­da des­ta quar­ta-feira pro­te­gen­do os móveis da sala da inun­dação. Sofás e poltronas foram colo­ca­dos sobre pequenos ban­cos de met­al. Duas latas de tin­ta servi­ram para apoiar o aparador, onde fica a tele­visão. Enquan­to o barul­ho da chu­va aumen­ta­va do lado de fora, cres­cia na aposen­ta­da o medo de perder a geladeira e out­ros eletrodomés­ti­cos. Morado­ra há 42 anos do bair­ro Coel­ho da Rocha, em São João de Mer­i­ti, Nicéa já enfren­tou out­ros alaga­men­tos, mas nun­ca tão dramáti­cos. Com as chu­vas, as saí­das de esgo­to que desem­bo­cam no Rio Sara­puí, que cruza a cidade, trans­bor­daram. No total, oito ruas foram tomadas por uma mis­tu­ra de água e deje­tos.

De uma saca­da na Aveni­da Farol da Bar­ra, no Con­jun­to Azul, Yas­min Mar­ques Mor­eira, de 24 anos, olha­va ontem apreen­si­va para a água escu­ra que toma­va a via. Era dia de levar ao médi­co o fil­ho, Bernar­do, de 1 ano e 5 meses, que nasceu com micro­ce­falia. Por causa do alaga­men­to, no entan­to, ela não con­seguiu sair de casa. O forte cheiro do esgo­to fez com que o meni­no, que é alér­gi­co, tivesse uma crise con­vul­si­va.

‚ÄĒ Eu me sin¬≠to impo¬≠tente e aban¬≠don¬≠a¬≠da. No ano pas¬≠sa¬≠do, per¬≠di o car¬≠rin¬≠ho de beb√™ durante uma enchente. No ano ante¬≠ri¬≠or, as po√ßas viraram um cri¬≠adouro de mos¬≠qui¬≠tos da dengue, e eu acabei sendo pic¬≠a¬≠da e infec¬≠ta¬≠da com o v√≠rus da zika. Esta¬≠mos sob o risco de doen√ßas por causa desse esgo¬≠to, mas ningu√©m faz nada ‚ÄĒ desabafa ela.

Há pelo menos cin­co dias, os moradores da região sofrem com o alaga­men­to. A situ­ação se agravou com o tem­po­ral que assolou o municí­pio na noite de anteon­tem. Em poucos min­u­tos, a água mis­tu­ra­da com esgo­to tomou as ruas. Chamadas, equipes da prefeitu­ra de São João de Mer­i­ti chegaram por vol­ta das 20h ao local.

PREFEITURA CULPA EMPRESA E CONCESSION√ĀRIA

Segun­do a prefeitu­ra, o assore­a­men­to que provo­cou a inun­dação se deve a uma obra da empre­sa de logís­ti­ca LSP Busi­ness Park. Um galpão da empre­sa teria sido con­struí­do sobre um canal, impedin­do a pas­sagem do esgo­to em direção ao Rio Sara­puí.

‚ÄĒ Prob¬≠le¬≠mas cr√īni¬≠cos que se acu¬≠mu¬≠la¬≠ram ao lon¬≠go dos √ļlti¬≠mos anos levaram a esta situ¬≠a√ß√£o. H√° mais de dez anos, a CCR Nova Dutra (con¬≠ces¬≠sion√°ria que admin¬≠is¬≠tra a Via Dutra) fechou uma gale¬≠ria de √°gua que sa√≠a do Con¬≠jun¬≠to Azul, durante a con¬≠stru√ß√£o de uma pas¬≠sarela. Mais recen¬≠te¬≠mente, no ano pas¬≠sa¬≠do, a empre¬≠sa LSP con¬≠stru¬≠iu um galp√£o que obstru¬≠iu out¬≠ro canal. Era uma bom¬≠ba que esta¬≠va sendo arma¬≠da. Ago¬≠ra, esta¬≠mos tra¬≠bal¬≠han¬≠do para desar¬≠m√°-la ‚ÄĒ disse o secret√°rio munic¬≠i¬≠pal de Obras, Ant√īnio Sobrin¬≠ho.

A Defe­sa Civ­il do municí­pio mon­tou uma força-tare­fa com 150 home­ns e 30 veícu­los para aju­dar os moradores a se deslo­carem. Por causa do tem­po­ral, dois imóveis desabaram na madru­ga­da de ontem, mas ninguém ficou feri­do.

‚ÄĒ Esta¬≠mos, em primeiro lugar, garan¬≠ti¬≠n¬≠do o dire¬≠ito de ir e vir das pes¬≠soas ‚ÄĒ disse o major Samir Batista Fer¬≠nan¬≠des, sub¬≠se¬≠cret√°rio da Defe¬≠sa Civ¬≠il.

A asso­ci­ação de moradores do bair­ro pre­tende entrar na Justiça com uma ação cole­ti­va con­tra as duas empre­sas para pedir ind­eniza­ção por danos mate­ri­ais.

‚ÄĒ Teve gente que pas¬≠sou o ano-novo com esgo¬≠to den¬≠tro de casa. Idosos e pes¬≠soas com cri¬≠an√ßas de colo est√£o ilha¬≠dos at√© ago¬≠ra. Isso n√£o pode acabar de for¬≠ma impune ‚ÄĒ disse Cris¬≠tiane Pereira, de 39 anos, vice-pres¬≠i¬≠dente da asso¬≠ci¬≠a√ß√£o de moradores.

Nes­ta quar­ta-feira, muitas famílias ain­da cal­culavam os pre­juí­zos. O vig­i­lante Már­cio Bar­bosa, de 49 anos, encon­trou o car­ro ala­ga­do quan­do voltou do tra­bal­ho:

‚ÄĒ Quan¬≠do cheguei, tive que encar¬≠ar a √°gua pela cin¬≠tu¬≠ra. E ago¬≠ra? Quem vai me ressar¬≠cir?

De acor¬≠do com a prefeitu¬≠ra de S√£o Jo√£o de Mer¬≠i¬≠ti, tan¬≠to a CCR Nova Dutra quan¬≠to a LSP Busi¬≠ness Park foram noti¬≠fi¬≠cadas e poder√£o ser mul¬≠tadas. A empre¬≠sa de log√≠s¬≠ti¬≠ca n√£o foi encon¬≠tra¬≠da para comen¬≠tar o assun¬≠to. A CCR Nova Dutra infor¬≠mou que a obra da pas¬≠sarela, entregue em 2010, n√£o provo¬≠cou qual¬≠quer ‚Äúobstru√ß√£o de tubu¬≠la√ß√£o ou gale¬≠ria que pos¬≠sa oca¬≠sion¬≠ar alaga¬≠men¬≠to‚ÄĚ e que faz vis¬≠to¬≠rias con¬≠stantes em sua √°rea de atu¬≠a√ß√£o.

Fonte: O Globo

Foto: Fabi¬≠ano Rocha

PUBLICIDADE