EmpreendedorismoMercado

Formalização de MEIS ligadas ao carnaval cresceu 312% nos últimos anos

000 - REVISTA MAISJR

Apesar da crise econômica, o país viu crescer empreendimentos relacionados às festas populares, principalmente o carnaval. De acordo como Sebrae, nos últimos sete anos (2011 a 2018) houve um aumento de 312% do número de microempreendedores individuais (MEI), nos principais palcos da festa: Recife, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro.

Serviços como atividades de tratamento de beleza, serviços ambulantes de alimentação e confecção de peças do vestuário (exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida), se destacaram em 2018 totalizando, respectivamente, 28.698, 25.586 e 14.839 MEIs formalizadas nas quatro capitais.

De acordo com Maíra Fontenele Santana, analista do Sebrae Nacional, a folia é um período muito esperado e tem um forte apelo econômico. “É fundamantal o empreendedor esteja atento para lucrar com a data e fazer com que o momento da compra seja uma experiência positiva.

Segundo a analista, cada território poderá ter mais ou menos impacto a partir do investimento realizado na data, mas o retorno é certo. Em pesquisas realizadas em algumas cidades, festas como a virada do ano, natal e carnaval podem gerar cinco vezes o retorno investido”, avalia.

Confira cinco dias do Sebrae para  potencializar seu negócio:

  • O carnaval como oportunidade de negócio exige planejamento antecipado.
  • O público da folia é diverso, vai desde crianças a idosos. Lembre-se de pensar na diversidade do público
  • Personalize o estabelecimento para oferecer uma experiência sensorial e fidelizar o consumidor
  • Amplie o horário de atendimento ou mix deprodutos, mas cuidado para não exagerar no estoque.
  • No carnaval, o empreendedor pode aproveitar os temas que estão na boca do povo , como política, memes, artistas, para se conectar com os clientes.

 

 

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista