PUBLICIDADE

mundo

Chile tem confronto em meio à escassez de alimentos

Poli¬≠ci¬≠ais e man¬≠i¬≠fes¬≠tantes entraram em con¬≠fron¬≠to em San¬≠ti¬≠a¬≠go nes¬≠sa segun¬≠da-feira (18), em meio ao lock¬≠down impos¬≠to em toda a cidade para con¬≠ter a propa¬≠ga√ß√£o do coro¬≠n¬≠av√≠rus. Autori¬≠dades locais avis¬≠aram que uma das regi√Ķes mais pobres da cap¬≠i¬≠tal chile¬≠na enfrenta escassez de ali¬≠men¬≠tos.

Um grupo de man¬≠i¬≠fes¬≠tantes atirou pedras, gri¬≠tou palavras de ordem e queimou pil¬≠has de madeira ao lon¬≠go de uma rua, na empo¬≠bre¬≠ci¬≠da viz¬≠in¬≠han√ßa na per¬≠ife¬≠ria, ao sul de San¬≠ti¬≠a¬≠go. Ima¬≠gens em redes soci¬≠ais e em canais de tele¬≠vis√£o mostraram a pol√≠¬≠cia usan¬≠do g√°s lac¬≠rimog√™¬≠neo e can¬≠h√Ķes de √°gua para dis¬≠per¬≠sar a mul¬≠ti¬≠d√£o.

Em nota, o munic√≠¬≠pio infor¬≠mou que fam√≠lias pas¬≠sam fome nas regi√Ķes mais pobres de El Bosque, um bair¬≠ro onde moram muitos tra¬≠bal¬≠hadores infor¬≠mais e desem¬≠pre¬≠ga¬≠dos. O dis¬≠tri¬≠to urbano est√° em quar¬≠ente¬≠na des¬≠de mea¬≠d¬≠os de abril.

‚ÄúAs √ļlti¬≠mas sem¬≠anas tiver¬≠am grande deman¬≠da de moradores da regi√£o por comi¬≠da‚ÄĚ, disse o prefeito de El Bosque, Sadi Melo, que √© do par¬≠tido Social¬≠ista chileno, de oposi√ß√£o ao atu¬≠al gov¬≠er¬≠no fed¬≠er¬≠al. ‚ÄúEsta¬≠mos em uma situ¬≠a√ß√£o muito com¬≠plexa de fome e fal¬≠ta de tra¬≠bal¬≠ho‚ÄĚ.

San­ti­a­go é uma das cidades mais prósperas da Améri­ca Lati­na. Mas uma divisão níti­da entre pobres e ricos e a cres­cente per­cepção da desigual­dade lev­ou a protestos em mas­sa no fim de 2019. Muitas das pau­tas reivin­di­cadas pelos man­i­fes­tantes no ano pas­sa­do, des­de o aumen­to de aposen­ta­do­rias a rea­justes salari­ais, con­tin­u­am sem solução.

Em comu¬≠ni¬≠ca¬≠do, o gabi¬≠nete de Melo disse que El Bosque havia dis¬≠tribu√≠¬≠do mais de 2 mil pacotes de aju¬≠da √†s fam√≠lias neces¬≠si¬≠tadas, mas pediu que o gov¬≠er¬≠no cen¬≠tral n√£o con¬≠tin¬≠ue a sobre¬≠car¬≠regar os munic√≠¬≠pios com uma respon¬≠s¬≠abil¬≠i¬≠dade econ√īmi¬≠ca com a qual n√£o con¬≠seguem lidar.

(Reportagem de Natalia Ramos e Dave Sherwood)/ Agên­cia Brasil

PUBLICIDADE