PUBLICIDADE

política

Bolsonaro afirma que est√° bem com cloroquina e que ‚Äúviver√° por muito tempo‚ÄĚ

O pres­i­dente Jair Bol­sonaro usou as redes soci­ais na man­hã des­ta quar­ta-feira (8) para defend­er o fim da quar­ente­na hor­i­zon­tal. O chefe do Exec­u­ti­vo afir­mou que as medi­das de iso­la­men­to foram tomadas com o obje­ti­vo de preparar os hos­pi­tais com insumos e leitos.

‚ÄúTodas as medi¬≠das de iso¬≠la¬≠men¬≠to ado¬≠tadas por gov¬≠er¬≠nadores e prefeitos sem¬≠pre vis¬≠aram retar¬≠dar o con¬≠t√°¬≠gio enquan¬≠to os hos¬≠pi¬≠tais se prepar¬≠avam para rece¬≠ber res¬≠pi¬≠radores e leitos UTIs. O nos¬≠so Gov¬≠er¬≠no aten¬≠deu a todos com recur¬≠sos e meios necess√°rios. Mais ain¬≠da, cri¬≠amos meios para preser¬≠var empre¬≠gos e aux¬≠il¬≠iamos com 5 parce¬≠las de R$ 600,00 um uni¬≠ver¬≠so de 60 mil¬≠h√Ķes de informais/‚Äúinvis√≠veis.‚ÄĚ

Bol¬≠sonaro voltou a diz¬≠er que o com¬≠bate ao v√≠rus ‚Äún√£o pode ter um efeito colat¬≠er¬≠al pior que o pr√≥prio v√≠rus‚ÄĚ.

‚ÄúNen¬≠hum pa√≠s do mun¬≠do fez como o Brasil. Preser¬≠va¬≠mos vidas e empre¬≠gos sem propa¬≠gar o p√Ęni¬≠co, que tam¬≠b√©m leva a depress√£o e mortes. Sem¬≠pre disse que o com¬≠bate ao v√≠rus n√£o pode¬≠ria ter um efeito colat¬≠er¬≠al pior que o pr√≥prio v√≠rus‚ÄĚ.

O pres­i­dente tam­bém defend­eu o uso de hidrox­i­cloro­quina. Ele testou pos­i­ti­vo para o coro­n­avírus e apon­tou que está muito bem fazen­do uso da med­icação e que viverá por muito tem­po.

‚ÄúAos que torcem con¬≠tra a hidrox¬≠i¬≠cloro¬≠quina, mas n√£o apre¬≠sen¬≠tam alter¬≠na¬≠ti¬≠vas, lamen¬≠to infor¬≠mar que estou muito bem com seu uso e, com a gra√ßa de Deus, viverei ain¬≠da por muito tem¬≠po‚ÄĚ, con¬≠cluiu.

Propaganda pró-hidroxicloroquina

Na tarde de ontem (7/7), o pres­i­dente pos­tou um vídeo nas redes soci­ais onde aparece segu­ran­do um copo d’água e um com­prim­i­do de hidrox­i­cloro­quina.

‚ÄúEu tomei a Hidrox¬≠i¬≠cloro¬≠quina e estou me sentin¬≠do muito bem. Uma boa tarde a todos‚ÄĚ, escreveu o chefe do Exec¬≠u¬≠ti¬≠vo na leg¬≠en¬≠da. Bol¬≠sonaro ent√£o expli¬≠ca que est√° toman¬≠do a ter¬≠ceira dose da med¬≠ica√ß√£o, que ain¬≠da n√£o pos¬≠sui efic√°¬≠cia com¬≠pro¬≠va¬≠da.

Na imagem, rindo, Bol­sonaro ten­ta transpas­sar que, ape­sar da doença, tudo corre bem e que o trata­men­to com a hidrox­i­cloro­quina está surtin­do efeito. Ele afir­ma ain­da con­fi­ar na med­icação e ques­tiona os seguidores se os mes­mos tam­bém acred­i­tam no uso.

‚ÄúEstou toman¬≠do aqui a ter¬≠ceira dose da hidrox¬≠i¬≠cloro¬≠quina. [risos] Estou me se sentin¬≠do muito bem. Esta¬≠va mais ou menos domin¬≠go, mal segun¬≠da feira. Hoje, ter√ßa, estou muito mel¬≠hor do que s√°ba¬≠do. Ent√£o com toda certeza n√©, est√° dan¬≠do cer¬≠to [engole o com¬≠prim¬≠i¬≠do com √°gua]. Sabe¬≠mos que hoje em dia exis¬≠tem out¬≠ros rem√©¬≠dios que podem aju¬≠dar a com¬≠bat¬≠er o coro¬≠n¬≠av√≠rus, sabe¬≠mos que nen¬≠hum tem a sua efic√°¬≠cia cien¬≠tifi¬≠ca¬≠mente com¬≠pro¬≠va¬≠da, mas √© mais uma pes¬≠soa que est√° dan¬≠do cer¬≠to. Ent√£o eu con¬≠fio na hidrox¬≠i¬≠cloro¬≠quina, e voc√™? Valeu. Tamo jun¬≠to‚ÄĚ, disse. Al√©m de n√£o ser com¬≠pro¬≠va¬≠do cien¬≠tifi¬≠ca¬≠mente, o uso indis¬≠crim¬≠i¬≠na¬≠do da med¬≠ica√ß√£o e sem acom¬≠pan¬≠hamen¬≠to m√©di¬≠co pode ter s√©rios efeitos colat¬≠erais, entre eles, arrit¬≠mia card√≠a¬≠ca.

Por Ingrid Soares/CB

PUBLICIDADE