PUBLICIDADE

mundo

Vestido usado no casamento de Rainha Elizabeth 2ª vai a leilão em Londres

O leilão The Exceptional Sales, anualmente com o melhor em artes, cultura pop e esportes, acontecerá no dia 2 de julho e, neste ano, um item muito especial poderá ser arrematado: um vestido de madrinha e um adereço de cabeça, usado pela falecida Lady Elizabeth Longman quando foi madrinha de casamento da Rainha Elizabeth 2ª e Philip, Duque de Edimburgo.

A expectativa é que os lances pela vestimenta, pela grife Norman Hartnell, fiquem entre £ 30 mil (R$ 200 mil) e £ 50 mil (R$ 320 mil). Criado em 1947, o design foi inspirado pela “Primavera” de Botticelli e alta moda da era vitoriana, um traço marcante do trabalho de Sir Norman Hartnell.

Esse está longe de ser seu único trabalho real. O estilista foi incumbido pela Rainha de criar seu vestido de noiva e os oito vestidos de madrinha para o Casamento Real de 1947 – sua encomenda mais importante até a Coroação de 1953.

A antiga dona do vestido, Lady Elizabeth Longman, foi amiga de infância da Princesa Elizabeth que, mais tarde, seria a Rainha Elizabeth 2ª – uma amizade durou a vida toda.

Mais tarde, a peça chegou a ser usada pela supermodel Kate Moss. “Conhecer Lady Elizabeth e usar seu vestido, com uma herança tão maravilhosa, foi um momento mágico para mim. Eu senti como se estivesse usando um pedaço da história”, disse ela.

Para a Christie’s, o modelo é um “exemplo evocativo e raro” da história da moda real. “Ele simboliza o glamour das encomendas de Norman Hartnell e a esperança que o casamento da falecida Rainha e o Duque deu à Grã-Bretanha no pós-guerra”, explica Benedict Winter, especialista em coleções privadas da casa de leilões.  A partir de 28 de junho até a manhã do evento, o vestido ficará em exibição pública em Londres.

Por Forbes