PUBLICIDADE

1.0 - RADARbrasilpolítica

Na 1ª semana de campanha, presidenciáveis priorizam sudeste

Os presidenciáveis priorizaram o Sudeste na primeira semana de campanha, entre 16 de agosto e a última quarta-feira (22). O Nordeste veio em segundo lugar no total de visitas. Em último lugar, o Centro-Oeste só recebeu um compromisso dos candidatos nos sete dias iniciais da corrida ao Planalto.

Nesse período, 12 candidatos ao Planalto nas eleições de 2018 visitaram 12 estados do país e o Distrito Federal, segundo um levantamento do G1 nas agendas e redes sociais dos postulantes. O 13º candidato não teve agenda pública.

  • No Sudeste, 3 dos 4 estados foram visitados, e São Paulo foi o único do país a receber os 12 candidatos. Os números não levam em conta os dois debates na TV realizados, que ocorreram na capital paulista. O segundo principal destino foi Rio de Janeiro. Quatro candidatos visitaram o estado;
  • No Nordeste, 4 dos 9 estados foram visitados: Pernambuco (3 candidatos), Ceará (2 candidatos), Paraíba (1) e Sergipe (1).;
  • Dos 3 estados do Sul, 2 foram visitados: Paraná (1) e Rio Grande do Sul (1);
  • No Centro-Oeste, o Distrito Federal recebeu a visita de 1 candidato. Nenhum dos 3 estados entrou de agenda de algum presidenciável na primeira semana;
  • No Norte, dos 7 estados, 3 foram visitados: Amapá (1 candidato), Pará (1 candidato) e Tocantins (1 candidato).

O levantamento feito pela reportagem leva em conta caminhadas, passeatas, inaugurações de comitês, lançamentos de candidaturas de correligionários e sabatinas realizadas por associações.

Com esse critério, foram contabilizados 66 visitas de algum candidato a uma cidade. Todos os atos realizados nessa mesma visita foram contabilizados como um compromisso. No total, das 66 visitas, 47 ocorreram no Sudeste (sendo 40 destes em São Paulo) e 7 no Nordeste.

A região Sudeste concentra 63.902.499 eleitores. Isso equivale a 43,48% do eleitorado brasileiro apto a votar no pleito deste ano. São Paulo, o único estado a receber todos os presidenciáveis com agenda, é o maior colégio eleitoral do Brasil, com 33.040.411 eleitores — número equivalente a 22,4% do total de pessoas aptas à votação de 7 de outubro.

Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Santa Catarina não receberam a visita de nenhum candidato à Presidência na primeira semana, ao menos para atos públicos de campanha, segundo o balanço.

Fonte: G1

Foto: Divulgação

PUBLICIDADE