PUBLICIDADE

sa√ļde

Implantes dent√°rios: Mitos e Verdades

Os implantes dent√°rios s√£o uma excelente op√ß√£o para quem perdeu um ou mais dentes, mas como toda novidade, ainda gera d√ļvidas naqueles que t√™m indica√ß√£o para o procedimento. No Brasil, a t√©cnica est√° cada vez mais difundida: s√£o realizados cerca de 2,2 milh√Ķes de implantes dentais por ano no pa√≠s, segundo a ABIMO (Associa√ß√£o Brasileira da Ind√ļstria M√©dica, Odontol√≥gica e Hospitalar).

Voc√™ sabia que nem s√≥ os mais velhos tiram vantagens da t√©cnica? Ou que n√£o existe rejei√ß√£o como muitos falam? Ser√° que qualquer pessoa pode fazer o procedimento? Para esclarecer o que √© verdade do que n√£o passa de um mito, confira a lista elaborada pelo Dr. Rafael Cury Cecato, implantodontista e colaborador da FGM, empresa brasileira e l√≠der em diversos produtos para solu√ß√Ķes odontol√≥gicas no Brasil e v√°rios pa√≠ses, e que conta com uma divis√£o de neg√≥cios dedicada √† implantodontia.

Segundo o especialista, “um implante dent√°rio pode ser facilmente compreendido se entendido como um pino de metal (tit√Ęnio) introduzido no osso para substituir uma raiz dental perdida”. Ap√≥s a fixa√ß√£o segura do implante no osso (“osteointegra√ß√£o”), ele poder√° receber uma pr√≥tese capaz de suportar as for√ßas da mastiga√ß√£o e desempenhar todas as fun√ß√Ķes de um dente natural, com qualidade e efici√™ncia.

“O osso adere firmemente em torno do implante, de modo que o dente artificial √© alocado para desempenhar a capacidade mastigat√≥ria de forma segura, al√©m de viabilizar a est√©tica e trazer uma s√©rie de outros benef√≠cios que a pr√≥tese m√≥vel ou fixa apoiada nos outros dentes n√£o oferece”, detalha.

O método beneficia apenas idosos?

Mito. Os implantes dentais podem ser feitos em jovens a partir dos 17 anos (momento em que termina a forma√ß√£o dos ossos da face na maior parte das pessoas). Traumas causados por acidentes de tr√Ęnsito, dentes perdidos por perda das estruturas de suporte ou por doen√ßa c√°rie s√£o as causas mais comuns pela aus√™ncia de dentes em adultos.

O organismo pode rejeitar o implante?

Mito. Os implantes s√£o feitos de tit√Ęnio, material que possui compatibilidade biol√≥gica com o tecido √≥sseo cientificamente comprovada. O que pode ocorrer no local s√£o complica√ß√Ķes causadas por fatores como: processo infeccioso, condi√ß√£o delet√©ria de sa√ļde ou problemas ocorridos na cirurgia, e agravadas por h√°bitos como: tabagismo (fumo) e/ou higiene prec√°ria.

Todas as pessoas podem fazer implantes?

Verdade. Independente do motivo que levou o paciente a perder o dente e o osso, pode-se complementar a altura e a espessura da regi√£o que receber√° os implantes. Para isso, o cirurgi√£o-dentista pode utilizar um substituto sint√©tico, ou lan√ßando m√£o de implantes mais curtos ou mais estreitos do que os tradicionais. . Apenas um pequeno grupo de pessoas n√£o apresenta condi√ß√Ķes adequadas para a reabilita√ß√£o implantes dent√°rios.

√Č poss√≠vel substituir a dentadura por implantes?

Verdade. As pr√≥teses totais podem ser instaladas diretamente sobre os implantes, com a enorme vantagem de serem fixas e, no caso das superiores, n√£o apresentarem a por√ß√£o no palato (c√©u da boca). O resultado alcan√ßado costuma ser bastante superior ao obtido com a dentadura convencional, e diferentemente do imaginado, isso pode ser obtido com poucos implantes (overdentures ou protocolos exigem de 2 a 6 implantes para suportar adequadamente a pr√≥tese). √Č a avalia√ß√£o do cirurgi√£o-dentista que vai definir a op√ß√£o mais indicada.

Quando ocorre perda de um ou mais dentes, deve-se colocar um implante o mais breve possível?

Verdade. Com o passar do tempo, não só o espaço do dente perdido passa a ser alterado pelos dentes vizinhos, como também o osso remanescente passa a sofrer um processo de reabsorção fisiológica. Esses fatores podem prejudicar e até inviabilizar a técnica, podendo exigir tratamentos prévios, como ortodontia e ou enxertos ósseos.

Existe cirurgia de implante sem corte?

Verdade. Em determinadas situa√ß√Ķes o implante pode ser colocado sem corte, por√©m essa t√©cnica n√£o pode ser aplicada em todos os casos. √Č preciso fazer uma avalia√ß√£o cl√≠nica e de imagem para verificar se √© poss√≠vel instalar o implante dessa forma.

Existe contra-indicação em casos de doenças?

Verdade. O cirurgião-dentista deve pedir um exame completo do paciente para checar seu estado físico geral. Portadores de cardiopatias e diabetes, por exemplo, devem estar com suas enfermidades devidamente controladas para se sujeitarem ao procedimento.

Cigarro n√£o combina com implante?

Verdade. Embora n√£o contra-indique a t√©cnica de modo absoluto, o fumo pode prejudicar o processo de cicatriza√ß√£o e osteointegra√ßa√Ķ, al√©m de aumentar o risco de infec√ß√£o ap√≥s a cirurgia.

Foto: Reprodução