3.8 // esporte

Times brasileiros seguem vivos na Libertadores

Foi sofrido, suado, na raça. Mas o Brasil continua com seus sete representantes na Copa Libertadores da América. Na noite de ontem, Botafogo e Atlético-PR entraram em campo fora de casa contra o Colo Colo e o Millonários, respectivamente, para defender a vaga na terceira fase da competição continental.

No Chile, o Botafogo teve uma tarefa árdua. No jogo de ida, o time carioca havia ganhado por 2 a 1 no Engenhão, portanto, um empate garantia sua classificação. E foi isso que aconteceu. Logo aos três minutos de jogo, Fernández cruzou a bola na área e Émerson teve a infelicidade de desviar de cabeça contra seu próprio gol, abrindo o placar para o time da casa.

Após o “balde de água fria” logo de cara, o Botafogo demorou um pouco para se encontrar na partida, mas logo conseguiu incomodar o adversário perdendo ótimas chances de empatar o jogo. No segundo tempo o jogo foi bem equilibrado. Nenhum time teve uma grande chance. Mas quando o Botafogo atacou, foi fatal! Aos 35 minutos, Guilherme fez cruzamento rasteiro e Roger apareceu para finalizar. O goleiro Villlar defendeu, mas Rodrigo Pimpão apareceu para mandar a bola para o fundo da rede e decretar a classificação botafoguense. Placar final de 1 a 1 e o Botafogo classificado!

Já na Colômbia, o Atlético-PR precisou dos pênaltis para garantir sua vaga. Na Arena da Baixada, o time brasileiro ganhou o jogo de ida por 1 a 0. Um empate bastava para se classificar. Mas o time perdeu pelo mesmo placar do primeiro jogo e teve que conquistar sua vaga nos pênaltis, vencendo o time colombiano por 4 a 2.

Mesmo podendo empatar, o Atlético começou o jogo em busca do gol. Até porque isso obrigaria o Millonarios a marcar trêz vezes. O time brasileiro conseguiu levar chances de perigo até os 30 minutos. Depois disso, o Millos cresceu de produção e foi pra cima, obrigando o goleiro Weverton a operar um milagre para garantir o 0 a 0 no primeiro tempo. No segunto tempo, o time da casa retomou o domínio da partida. E aos 13 minutos, Jhon Duque cortou Sidcley e chutou no ângulo para abrir o placar.

O Atlético seguiu o jogo com muitas dificuldades para chegar ao ataque e passou a se defender, levando a partida para os pênaltis. Nas cobranças, Weverton defendeu o chute de Franco e contou com a sorte no tiro de Nuñez, que explodiu na trave. Os jogadores brasileiros converteram seus chutes e garantiram a classificação do time brasileiro. Placar final dos pênaltis de 4 a 2 e o Atlético-PR classificado!

Os dois times ainda tem pela frente outro adversário para chegar a tão sonhada fase de grupos da Libertadores. Na terceira fase, o Botafogo terá pela frente Ind. del Valle, do Equador, ou Olimpia, do Paraguai, que se enfrentam hoje à noite. No primeiro jogo, melhor para o time equatoriano, que jogou em casa e venceu a partida por 1 a 0. Já o Atlético-PR terá pela frente Dep. Capiatá, do Paraguai, ou Universitario, do Peru, que também se enfrentam hoje à noite. No jogo de ida, o time peruano venceu fora de casa pelo placar de 3 a 1.

A primeira partida da terceira fase acontece no dia 15 de fevereiro e, novamente, os dois times jogam em casa. O jogo decisivo, que levará (ou não) os times para a fase de grupos acontecerá uma semana depois, no dia 22 de fevereiro.

Foto: Reprodução

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista