PUBLICIDADE

economia

Negócios de colhedoras de grãos dobram, vendas de máquinas agrícolas disparam no país

As ven¬≠das de m√°quinas agr√≠¬≠co¬≠las e rodovi√°rias pela ind√ļs¬≠tria a con¬≠ces¬≠sion√°rias no Brasil avan√ßaram 23,3% em maio na com¬≠para¬≠√ß√£o com o mes¬≠mo m√™s do ano pas¬≠sa¬≠do e saltaram 61% ante abril, infor¬≠mou a Asso¬≠ci¬≠a√ß√£o Nacional dos Fab¬≠ri¬≠cantes de Ve√≠cu¬≠los Auto¬≠mo¬≠tores (Anfavea).

Segun­do os dados, o setor vendeu 3.858 unidades no mês pas­sa­do. Nos cin­co primeiros meses do ano, as ven­das somaram 15.715 máquinas, alta de 0,9%

No mer­ca­do inter­no, o destaque ficou para as ven­das de col­heitadeiras de grãos, que somaram 317 unidades, aumen­to de 84,3% ante abril e alta de 117% na com­para­ção com maio de 2019.

Os pro­du­tores de grãos vêm reg­is­tran­do forte rentabil­i­dade na safra atu­al, com impul­so do dólar alto frente ao real.

As ven­das de col­he­do­ras de cana, que tin­ham reg­istra­do aumen­to forte no iní­cio do ano, em um movi­men­to de ren­o­vação da fro­ta, recuaram 52,9% em maio ante abril e caíram 70,9% ver­sus maio do ano pas­sa­do.

O setor de cana vem sendo um dos mais afe­ta­dos pela crise do coro­n­avírus, com os preços do etanol levan­do um tombo, assim como o con­sumo.

As ven­das de tra­tores de rodas atin­gi­ram 3.066 unidades em maio, alta de 58,8% ante abril e gan­hos de quase 20% na com­para­ção anu­al.

Por Rober¬≠to Samo¬≠ra / S√ÉO PAULO (Reuters)

PUBLICIDADE