PUBLICIDADE

mundo

Idosa de 103 anos comemora cura da Covid-19 bebendo cerveja

A polone¬≠sa Jan¬≠nie Ste¬≠j¬≠na, de 103 anos, √© mais uma sobre¬≠vivente da Covid-19. Ela mora em Mass¬≠a¬≠chu¬≠setts, nos Esta¬≠dos Unidos. Al√©m da idade o que chamou a aten√ß√£o em sua comem¬≠o¬≠ra√ß√£o por ter ven¬≠ci¬≠do a doen√ßa foi a for¬≠ma com que isso acon¬≠te¬≠ceu. Ain¬≠da na cama, pediu uma cerve¬≠ja, para ‚Äúbrindar‚ÄĚ a vit√≥ria.

Ela foi a primeira a tes­tar pos­i­ti­vo para o novo coro­n­avírus na casa de repouso em que reside. A insti­tu­ição ago­ra tem cer­ca de 33 infec­ta­dos.

A neta de Ste­j­na, Shel­ley Gunn, disse que a avó não enten­deu bem o que era a Covid-19, mas se sen­tia muito doente. O asi­lo chegou a entrar em con­ta­to com a neta para que ela pudesse vis­i­tar a avó e diz­er adeus.

‚ÄúEla √© uma √°vi¬≠da jogado¬≠ra de bin¬≠go, gosta¬≠va de ler e de faz¬≠er croch√™ at√© ter artrite‚ÄĚ, diz a neta. De acor¬≠do com ela, a av√≥ √© ‚Äúf√£ de esportes hard¬≠core de Boston. Ela cos¬≠tu¬≠ma¬≠va sen¬≠tar do lado de fora e ouvir os jogos do time de beise¬≠bol de Boston, o Red Sox, no r√°dio.‚ÄĚ

 

PUBLICIDADE