PUBLICIDADE

economiaMercado

Empresa abre negociação de tokens no mercado secundário

Durante a sem­ana, a empre­sa Mer­ca­do Bit­coin, maior Exchange de ativos dig­i­tais da Améri­ca Lati­na, abriu a nego­ci­ação de tokens de pre­catórios no mer­ca­do secundário, por meio de sua platafor­ma web e pelo aplica­ti­vo de smart­phone.

As transa√ß√Ķes no mer¬≠ca¬≠do secund√°rio s√£o real¬≠izadas dire¬≠ta¬≠mente pelos investi¬≠dores e t√™m como obje¬≠ti¬≠vo traz¬≠er liq¬≠uidez para o cliente que n√£o pos¬≠sa esper¬≠ar o per√≠o¬≠do pre¬≠vis¬≠to de paga¬≠men¬≠to de cada t√≠tu¬≠lo. Al√©m dis¬≠so, pode suprir a neces¬≠si¬≠dade de quem n√£o con¬≠seguiu adquirir os tokens nos primeiros tr√™s lotes j√° lan√ßa¬≠dos pela empre¬≠sa.

Des¬≠de jul¬≠ho deste ano, os per√≠o¬≠dos ini¬≠ci¬≠ais de ven¬≠da atrav√©s da sua unidade de neg√≥¬≠cios MB Dig¬≠i¬≠tal Assets (respon¬≠s√°v¬≠el pela tok¬≠eniza¬≠√ß√£o de ativos reais) ultra¬≠pas¬≠saram os R$ 25 mil¬≠h√Ķes e se esgo¬≠taram em quest√£o de dias ap√≥s lan√ßa¬≠men¬≠tos.

‚ÄúO mer¬≠ca¬≠do secund√°rio tam¬≠b√©m √© uma exce¬≠lente opor¬≠tu¬≠nidade para o investi¬≠dor que ain¬≠da n√£o nego¬≠cia no mer¬≠ca¬≠do de ativos alter¬≠na¬≠tivos, por traz¬≠er maior din√Ęmi¬≠ca para as op√ß√Ķes de risco, retorno e liq¬≠uidez‚ÄĚ, afir¬≠ma Mar¬≠cos Alves, CEO da empre¬≠sa.

Democ­ra­ti­za­ção do alto retorno

A empre¬≠sa √© pio¬≠neira na apli¬≠ca√ß√£o de novas tec¬≠nolo¬≠gias como blockchain, smart¬≠con¬≠tract e tokens para nego¬≠ci¬≠a√ß√£o de ativos alter¬≠na¬≠tivos, como pre¬≠cat√≥rios, d√≠vi¬≠das pri¬≠vadas e out¬≠ros dire¬≠itos ou ativos reais que jamais chegaram aos pequenos investi¬≠dores, mas que ofer¬≠e¬≠cem retorno de lon¬≠go pra¬≠zo supe¬≠ri¬≠ores √†s apli¬≠ca√ß√Ķes tradi¬≠cionais de ren¬≠da fixa.

O token MBPRK02, por exem¬≠p¬≠lo, rep¬≠re¬≠sen¬≠ta um dire¬≠ito (cess√£o par¬≠cial de um pre¬≠cat√≥rio do Esta¬≠do de S√£o Paulo), que tin¬≠ha expec¬≠ta¬≠ti¬≠va de retorno de 22,7% ao ano, para quem o adquir¬≠iu no primeiro per√≠o¬≠do de ven¬≠das (R$ 100 por unidade e com esti¬≠ma¬≠ti¬≠va de liq¬≠uida√ß√£o em 2022). Atual¬≠mente, o deten¬≠tor do token pode nego¬≠ciar com out¬≠ros clientes, atrav√©s da platafor¬≠ma da empre¬≠sa, e realizar parte do retorno (na m√©dia das √ļlti¬≠mas transa√ß√Ķes, de 4,22%). No mes¬≠mo per√≠o¬≠do, uma apli¬≠ca√ß√£o a 100% do CDI ren¬≠deu 1,62%.

O obje¬≠ti¬≠vo √© con¬≠stru¬≠ir o mer¬≠ca¬≠do de inves¬≠ti¬≠men¬≠tos do futuro, ofer¬≠e¬≠cen¬≠do uma nova infraestru¬≠tu¬≠ra para nego¬≠ci¬≠a√ß√£o, com menos inter¬≠medi√°rios e infor¬≠ma√ß√Ķes com¬≠plexas, e onde o retorno fique com quem assume o risco ‚ÄĒ e n√£o, com quem dis¬≠tribui pro¬≠du¬≠tos finan¬≠ceiros.

 

PUBLICIDADE