PUBLICIDADE

economia

Em lista negra, China deve incluir Apple e outras empresas dos EUA 

A Chi¬≠na est√° pronta para por empre¬≠sas norte-amer¬≠i¬≠canas numa ‚Äúlista de enti¬≠dades n√£o con¬≠fi√°veis‚ÄĚ, como parte das medi¬≠das pre¬≠ven¬≠ti¬≠vas con¬≠tra a decis√£o de Wash¬≠ing¬≠ton de blo¬≠quear envios de semi¬≠con¬≠du¬≠tores para a Huawei, afir¬≠mou o Glob¬≠al Times nes¬≠ta sex¬≠ta-feira.

O pacote inclui o lan√ßa¬≠men¬≠to de inves¬≠ti¬≠ga√ß√Ķes e restri√ß√Ķes sobre empre¬≠sas norte-amer¬≠i¬≠canas como Apple, Cis¬≠co e Qual¬≠comm e sus¬≠pender a com¬≠pra de aeron¬≠aves da Boe¬≠ing, infor¬≠mou a reportagem, citan¬≠do uma fonte.

O Glob­al Times é pub­li­ca­do pelo Peo­ple’s Dai­ly, jor­nal ofi­cial do Par­tido Comu­nista da Chi­na. Emb­o­ra o Glob­al Times não seja um por­ta-voz ofi­cial do par­tido, acred­i­ta-se que seus pon­tos de vista refletem os de seus líderes.

No in√≠¬≠cio do dia, o Depar¬≠ta¬≠men¬≠to de Com√©r¬≠cio dos EUA disse que esta¬≠va alteran¬≠do uma regra de expor¬≠ta√ß√£o para ‚Äúatin¬≠gir estrate¬≠gi¬≠ca¬≠mente a aquisi√ß√£o de semi¬≠con¬≠du¬≠tores da Huawei, que s√£o o pro¬≠du¬≠to dire¬≠to de cer¬≠tos soft¬≠wares e tec¬≠nolo¬≠gias dos EUA‚ÄĚ.

(Por Shub¬≠ham Kalia em Ban¬≠ga¬≠lore) / (Reuters)

PUBLICIDADE