PUBLICIDADE

corpo & fitness

Depilação masculina definitiva por eletrólise

Todo mun¬≠do acha que depila√ß√£o √© coisa de mul¬≠her. Mes¬≠mo com tan¬≠tas mudan√ßas soci¬≠ais, que¬≠bra de par¬≠a¬≠dig¬≠mas e o aumen¬≠to con¬≠sid¬≠er√°v¬≠el de home¬≠ns que arran¬≠cam seus pelos, ain¬≠da tem gente que diz que ‚Äúhomem de ver¬≠dade‚ÄĚ tem que ser pelu¬≠do.

Mas e quem quer optar por ter menos pelos? Na ver­dade depilação não define nada, ape­nas que você é um homem com ou sem pelos. E quem escol­he isso é você! O que não pode é se sen­tir obri­ga­do a deixar os pelos crescerem em todas as partes só porque é o que dizem que você deve faz­er.

Dito isso, vamos ao foco desse tex­to.

Exis­tem muitas maneiras de se livrar dos pelos. Cada uma delas é indi­ca­da para um tipo difer­ente de pes­soa e tam­bém para o lugar especí­fi­co do cor­po. Alguns méto­dos são mais agres­sivos e, por isso, é legal evitá-los na depilação ínti­ma. Mas exis­tem out­ros que são mais práti­cos e podem ser ado­ta­dos por quem tem pres­sa. Entre eles, a novi­dade do mer­ca­do é a eletrólise.

O QUE √Č A ELETR√ďLISE?√Č uma t√©c¬≠ni¬≠ca de depila√ß√£o defin¬≠i¬≠ti¬≠va que elim¬≠i¬≠na os pelos pela raiz e retar¬≠da¬≠da o cresci¬≠men¬≠to deles. O pro¬≠ced¬≠i¬≠men¬≠to √© feito com laser que emite luz pul¬≠sante na pele. A eletr√≥lise con¬≠siste na apli¬≠ca√ß√£o de agul¬≠has bem finas que ger¬≠am uma cor¬≠rente el√©tri¬≠ca de baixa inten¬≠si¬≠dade e, assim, elim¬≠i¬≠nam os pelos. Ess¬≠es choques de elet¬≠ri¬≠ci¬≠dade s√£o dire¬≠ciona¬≠dos para o fol√≠cu¬≠lo piloso dos pelos, matan¬≠do as c√©lu¬≠las que fazem os fios crescerem. √Č um pouco doloroso, mas vale muito a pena!

Ap√≥s seis sem¬≠anas da primeira sess√£o, √© pre¬≠ciso realizar out¬≠ra sess√£o para elim¬≠i¬≠nar os pelos que nasce¬≠r¬≠am bem mais fra¬≠cos. A quan¬≠ti¬≠dade de sess√Ķes vai depen¬≠der da grossura do pelo, da quan¬≠ti¬≠dade e da sua ‚Äúfor√ßa‚ÄĚ. Caso voc√™ uti¬≠lize l√Ęmi¬≠na com fre¬≠qu√™n¬≠cia, seus pelos podem ser mais resistentes e, assim, voc√™ vai pre¬≠cis¬≠ar de mais sess√Ķes para se livrar deles.

Exis¬≠tem muitas van¬≠ta¬≠gens para recor¬≠rer a este m√©to¬≠do. Prin¬≠ci¬≠pal¬≠mente o pre√ßo. √Č mais bara¬≠to que a depila√ß√£o a laser e √© um trata¬≠men¬≠to defin¬≠i¬≠ti¬≠vo, j√° que enfraque¬≠ce os pelos grad¬≠ual¬≠mente. Por out¬≠ro lado, √© um m√©to¬≠do mais dolori¬≠do. At√© porque ele exige uma pre¬≠cis√£o maior do apar¬≠el¬≠ho e dura√ß√£o maior das sess√Ķes.

QUEM PODE FAZER?

Para realizar o pro­ced­i­men­to, você pre­cisa faz­er uma avali­ação der­ma­tológ­i­ca. Assim, você con­segue garan­tir que sua pele pode rece­ber o méto­do sem sofr­er com ele. A depilação a laser é mais efi­ciente quan­do o pelo é pre­to e a pele é mais clara. Já a eletrólise pode ser fei­ta em qual­quer tipo de pele.

Fotos: Repro­dução

PUBLICIDADE