PUBLICIDADE

brasil

Confira as aspas polêmicas do discurso de Lula deste sábado (9)

Na tarde deste s√°ba¬≠do (9), o ex-pres¬≠i¬≠dente Lu√≠s In√°¬≠cio Lula da Sil¬≠va, dis¬≠cur¬≠sou para as mil¬≠it√Ęn¬≠cias em um palanque impro¬≠visa¬≠do no Sindi¬≠ca¬≠to dos Met¬≠al√ļr¬≠gi¬≠cos do ABC, na cidade de S√£o Bernar¬≠do do Cam¬≠po, em S√£o Paulo, ap√≥s deixar a pris√£o da sede da Pol√≠¬≠cia Fed¬≠er¬≠al em Curiti¬≠ba na √ļlti¬≠ma sex¬≠ta-feira (8), onde esteve deti¬≠do nos √ļlti¬≠mos 580 dias. O pres¬≠i¬≠dente foi ben¬≠e¬≠fi¬≠ci¬≠a¬≠do pela decis√£o do STF (Supre¬≠mo Tri¬≠bunal Fed¬≠er¬≠al), que em jul¬≠ga¬≠men¬≠to final¬≠iza¬≠do um dia antes (7), proibiu pris√£o ap√≥s con¬≠de¬≠na√ß√£o em segun¬≠da inst√Ęn¬≠cia.

Quem ini¬≠ciou os tra¬≠bal¬≠hos foi Gleise Hoff¬≠mann, dep¬≠uta¬≠da fed¬≠er¬≠al e pres¬≠i¬≠dente do PT. Antes da fala de Lula, ela exal¬≠tou para o p√ļbli¬≠co os ali¬≠a¬≠dos que estavam pre¬≠sentes ao lado dele durante o pro¬≠nun¬≠ci¬≠a¬≠men¬≠to.

Leia as prin­ci­pais aspas do Lula em seu segun­do dis­cur­so:

‚ÄúQueri¬≠dos com¬≠pan¬≠heiros, queri¬≠das com¬≠pan¬≠heiras. Voc√™s n√£o tem dimen¬≠s√£o o que sig¬≠nifi¬≠ca o dia de hoje para mim. L√° em cima, t√° o helic√≥ptero da Rede Globo de Tele¬≠vis√£o para falar mer¬≠da out¬≠ra vez sobre o Lula‚ÄĚ.

‚ÄúVoc√™s sabem que muitos de voc√™s n√£o que¬≠ri¬≠am que eu fos¬≠se pre¬≠so no dia 07 de abril do ano pas¬≠sa¬≠do. Lem¬≠bro que tive que dis¬≠suadir voc√™s sobre o papel que eu tin¬≠ha que cumprir‚ÄĚ.

‚ÄúQuan¬≠do um ser humano, um homem ou uma mul¬≠her tem clareza do que ele quer na vida, tem clareza do que eles rep¬≠re¬≠sen¬≠tam e tem clareza de que seus acu¬≠sadores est√£o mentin¬≠do. Eu tomei a decis√£o de ir para a Poli¬≠cia Fed¬≠er¬≠al. Pode¬≠ria ter ido para a embaix¬≠a¬≠da, out¬≠ro pa√≠s, mas tomei a decis√£o de ir para l√°. Tin¬≠ha que provar que o juiz Moro era um canal¬≠ha‚Ķ Se eu tivesse sa√≠¬≠do do Brasil eu teria sido trata¬≠do como um fugi¬≠ti¬≠vo‚ÄĚ.

‚ÄúEu quan¬≠do sa√≠ daqui (faz refer¬≠√™n¬≠cia ao dia que ante¬≠cedeu a sua pris√£o), tin¬≠ha uma mis¬≠s√£o. Eu fiquei em uma solit√°ria e em 580 dias eu me pre¬≠parei espir¬≠i¬≠tual¬≠mente para n√£o ter √≥dio, n√£o ter sede de vin¬≠gan√ßa‚Ķ Eu que¬≠ria provar que mes¬≠mo pre¬≠so por eles, eu dormia com a min¬≠ha con¬≠scien¬≠cia muito mais tran¬≠quila do que a deles‚ÄĚ.

‚ÄúAntes de ontem (faz refer¬≠√™n¬≠cia a quin¬≠ta-feira), em uma fal¬≠ha no dis¬≠cur¬≠so do Bol¬≠sonaro, ele chegou a con¬≠fes¬≠sar que ele devia as elei√ß√Ķes ao Moro. Na ver¬≠dade ele deve ao Moro, aos ju√≠zes e a cam¬≠pan¬≠ha de fake news que fiz¬≠er¬≠am con¬≠tra o Had¬≠dad‚ÄĚ.

‚ÄúEu, ent√£o, come¬≠cei a ter em con¬≠ta que n√≥s dev¬≠er√≠amos enfrentar esta situ¬≠a√ß√£o. Eu disse para voc√™s que eles iri¬≠am pren¬≠der um homem. Mas as ideias que n√≥s con¬≠stru¬≠imos cole¬≠ti¬≠va¬≠mente n√£o seri¬≠am pre¬≠sas. Iri¬≠am con¬≠tin¬≠uar pairan¬≠do sobre o mun¬≠do inteiro‚ÄĚ.

‚ÄúC√° estou eu, livre como um pas¬≠sar¬≠in¬≠ho. Eu duvi¬≠do que o Moro dur¬≠ma com a con¬≠sci√™n¬≠cia tran¬≠quila que eu dur¬≠mo‚Ķ‚ÄĚ.

‚ÄúN√£o t√ī pedin¬≠do para todo mun¬≠do ser cor¬≠in¬≠tiano. Pode ser qual¬≠quer coisa. A uni¬≠ca coisa que t√ī pedin¬≠do para voc√™s √© o seguinte ‚ÄĒ Que t√° dif√≠¬≠cil levar o povo para a rua. Tem gente que fala em  impeach¬≠ment  Ele foi eleito. Demo¬≠c¬≠ra¬≠ti¬≠ca¬≠mente aceita¬≠mos a elei√ß√£o. Ele foi eleito para o povo brasileiro e n√£o para os mili¬≠cianos do Rio de Janeiro. Eles tem que inves¬≠ti¬≠gar o que fiz¬≠er¬≠am para a Marielle. √Č pre¬≠ciso que aja uma peri¬≠cia s√©ria e saber¬≠mos quem a matou‚ÄĚ.

‚ÄúEle (Bol¬≠sonaro) tem que explicar onde est√° o Queiroz. Ele tem que explicar onde ele con¬≠stru¬≠iu o pat¬≠ri¬≠mo¬≠nio de 17 casas‚Ķ Eu quero saber como eles jun¬≠tam din¬≠heiro. Quero que eles expliquem porque n√£o v√£o aumen¬≠tar o salario min¬≠i¬≠mo em 2 anos. Porque querem destru¬≠ir a Petro¬≠bras, BNDS, Ban¬≠co do Brasil, Caixa Econ√īmi¬≠ca Fed¬≠er¬≠al‚Ķ‚ÄĚ.

‚ÄúSe voc√™ pegar a vida dele, vai perce¬≠ber que, enquan¬≠to com 13 anos, eu tava cor¬≠tan¬≠do fer¬≠ro em uma pren¬≠sa para depois ir no SENAI faz¬≠er um cur¬≠so de Torneiro Mec√Ęni¬≠co‚Ķ Ele (Bol¬≠sonaro) arru¬≠mou um jeito de n√£o tra¬≠bal¬≠har. Foi faz¬≠er servi√ßo mil¬≠i¬≠tar. Criou uma con¬≠fus√£o quan¬≠do esta¬≠va tenente. Se aposen¬≠tou muito jovem e ain¬≠da teve uma pro¬≠mo√ß√£o‚ÄĚ.

‚ÄúO povo ficou mais pobre, menos sa√ļde, menos emprego. Mais de 40 mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas est√£o gan¬≠han¬≠do no m√°x¬≠i¬≠mo R$413. Seria impor¬≠tante que ele fizesse o que voc√™s fazem‚Ķ Pagasse as despe¬≠sas com este din¬≠heiro‚ÄĚ.

‚ÄúAcho que n√£o tem out¬≠ro jeito. Eu lem¬≠bro que quan¬≠do eu lev¬≠an¬≠ta¬≠va √†s 5h no anos 80 para ir em por¬≠ta de f√°bri¬≠ca o povo n√£o par¬≠a¬≠va. Eu era obri¬≠ga¬≠do a ficar ner¬≠voso para o povo parar. N√£o tem ningu√©m que n√£o con¬≠certe este pa√≠s se voc√™s n√£o quis¬≠erem. N√£o adi¬≠antar ficar com medo. Das amea√ßas que eles fazem. Que vai ter AI5 out¬≠ra vez. Este pa√≠s √© de 210 mil¬≠h√Ķes de habi¬≠tantes e n√£o podemos per¬≠mi¬≠tir que os mili¬≠cianos acabem com este pa√≠s que n√≥s con¬≠stru¬≠imos, que era respeita¬≠do, admi¬≠ra¬≠do pelo mun¬≠do inteiro‚Ķ‚ÄĚ. 

‚ÄúEle (Bol¬≠sonaro) foi sen¬≠tar na Ar√°bia Sau¬≠di¬≠ta com o principe e ain¬≠da zom¬≠bou das mul¬≠heres. A ONU j√° afir¬≠mou que aque¬≠le pr√≠ncipe man¬≠dou matar o jor¬≠nal¬≠ista em Estam¬≠bul‚Ķ‚ÄĚ.

‚ÄúVoc√™s est√£o perceben¬≠do que a taxa de juros est√° cain¬≠do. Mas √© a SELIC que envolve o gov¬≠er¬≠no e a d√≠vi¬≠da p√ļbli¬≠ca. Quero saber se o juros do cart√£o de cr√©di¬≠to caiu, se do cheque espe¬≠cial caiu, se da Casas Bahia caiu? √Č esse juros que mexe com o sal√°rio do povo‚Ķ!‚ÄĚ.

‚Äú√Č pre¬≠ciso que a gente tome uma decis√£o. Eu estou dis¬≠pos¬≠to a voltar e lutar por esse pa√≠s. Abrir cor¬≠rente para isso. Porque n√£o √© pos¬≠s√≠v¬≠el que a gente viva neste pa√≠s ven¬≠do cada dia os mais ricos ficarem mais ricos e os pobres, mais pobres‚ÄĚ.

‚Äú√Č nor¬≠mal que cada um de n√≥s pos¬≠samos ter crit¬≠i¬≠cas a qual¬≠quer gov¬≠er¬≠no do mun¬≠do. Que o Trump resol¬≠va os prob¬≠le¬≠mas dos amer¬≠i¬≠canos e n√£o encha o saco dos lati¬≠nos amer¬≠i¬≠canos. Ele n√£o foi eleito para ser xerife do mun¬≠do. Ele que cuide da pobreza de l√°‚ÄĚ.

‚ÄúEu quero que voc√™s saibam que eu quero faz¬≠er um pro¬≠nun¬≠ci¬≠a¬≠men¬≠to ao povo brasileiro em 20 dias. Eu vou escr¬≠ev¬≠er, rabis¬≠car. N√£o que¬≠ria faz¬≠er hoje, porque qual¬≠quer coisa que eu falar, v√£o diz¬≠er que eu t√ī com √≥dio, rai¬≠va. Aos 74 anos de idade, eu n√£o ten¬≠ho dire¬≠ito de ter √≥dio no meu cora√ß√£o‚ÄĚ.

‚ÄúEu n√£o sabia que iria me apaixonar aos 74 anos. Ago¬≠ra que to com 734 anos de idade, ener¬≠gia de 30 e tes√£o de 20, eu n√£o ten¬≠ho o porque em ficar ner¬≠voso. Eu t√ī de bem com a vida. E vou lutar neste pa√≠s‚ÄĚ.

‚ÄúEu ten¬≠ho certeza de que se eu tivesse no gov¬≠er¬≠no a sorte n√£o teria sido fecha¬≠da‚ÄĚ.

‚ÄúUma sal¬≠va de pal¬≠mas para a Vanes¬≠sa e o Cris¬≠tiano, os meus advo¬≠ga¬≠dos. N√≥s ain¬≠da n√£o gan¬≠hamos nada. O que quer¬≠e¬≠mos ago¬≠ra √© que seja jul¬≠ga¬≠do um habeas cor¬≠pus que demos entra¬≠da no Supre¬≠mo Tri¬≠bunal anu¬≠lan¬≠do todos os proces¬≠sos con¬≠tra mim. O Moro √© men¬≠tiroso‚Ķ‚ÄĚ.

‚ÄúN√£o temos que falar palavr√£o para o Bol¬≠sonaro, n√£o. Ele j√° √© um palavr√£o‚ÄĚ.

PUBLICIDADE