2.0 // dossiê2.1 // economia

Brasileiros terão renda de R$ 92,7 milhões no Carnaval com aluguel por temporada

 - REVISTA MAISJR

O Carnaval vai ser motivo de alegria para foliões e anfitriões. Os brasileiros que utilizam a plataforma Airbnb para alugar seus quartos e casas terão uma renda extra de mais de R$ 92,7 milhões em cinco dias. São cerca de 158 mil visitantes (60% a mais que no ano passado) que escolheram uma acomodação pela plataforma para curtir as festas ou aproveitar a folga.

As cinco cidades com maior número de hóspedes neste feriadão serão Rio de Janeiro, Florianópolis, São Paulo, Guarujá e São Sebastião. A escolha mostra que os destinos praianos seguem em alta na preferência dos viajantes, seja para curtir a festa ou para descansar. E entre as tendências, com os maiores crescimentos em número de hóspedes, estão algumas capitais nordestinas e Santa Catarina.

“Temos verificado um aumento consistente de reservas via plataforma e uma maior procura por destinos nacionais, ainda mais no Carnaval. Como temos mais de 160 mil anúncios no país, conseguimos oferecer ao viajante uma variedade de opções de acomodação, para todos os gostos e bolsos. Assim, além de democratizar o turismo, também garantimos uma renda extra aos anfitriões”, afirma o diretor-geral do Airbnb Brasil, Léo Tristão.

No Rio de Janeiro e São Paulo, que se consolidam na plataforma como preferência de Carnaval, a renda dos anfitriões somará quase R$ 32 milhões nestes cinco dias.

Região Nordeste em alta – A procura pelas cidades do Nordeste no Carnaval seguiu a tendência de aumento. Com isso, os moradores de Fortaleza, Salvador, Recife e Maceió que estão alugando seus espaços pela plataforma terão uma renda extra de quase R$ 5 milhões nos cinco dias de folia.

Puxando o crescimento estão Maceió, que receberá 122% mais hóspedes pela plataforma neste ano, e Fortaleza, com um crescimento de 115% nas chegadas de hóspedes.

Santa Catarina segue crescendo – Florianópolis é o segundo destino nacional com mais reservas para o Carnaval, depois de ter sido o mais procurado por brasileiros no Réveillon. Na comparação com o Carnaval passado, são 57% mais hóspedes acomodados em anúncios do Airbnb, gerando uma renda de mais de R$ 10 milhões para os moradores locais, quase o dobro do feriadão do ano passado.

Outras cidades litorâneas de Santa Catarina registraram aumento nas reservas, com destaque para Porto Belo, que duplicou o número de hóspedes para este Carnaval. Juntos, anfitriões de Porto Belo, Balneário Camburiú e Imbituba terão uma renda de locação via Airbnb de mais de R$ 4,6 milhões.

Dinheiro movimenta a economia local – Um anfitrião brasileiro típico do Airbnb tem renda anual de cerca de R$ 5.500 De acordo com pesquisa feita pela plataforma, 20% dos anfitriões usam essa renda extra para manter o lar (evitar despejo ou perda do imóvel). Além disso, a atividade da plataforma movimenta a economia dos bairros, já que traz turistas a locais fora dos distritos hoteleiros ou tradicionais.

Um estudo realizado pela Fipe em 2016apontou que, fora os gastos com hospedagem, os viajantes que optam pelo Airbnb gastam, em média, três vezes mais que aqueles que se hospedam em hotéis. Com isso, a atividade propiciada pelo Airbnb injetou mais de R$ 2,5 bilhões no PIB nacional, o equivalente à geração de 70 mil novos empregos no país.

Top 5 destinos nacionais mais reservados pelos brasileiros para o Carnaval:

1. Rio de Janeiro, RJ
2. Florianópolis, SC
3. São Paulo, SP
4. Guarujá, SP
5. São Sebastião, SP

Top 5 destinos nacionais com maior crescimento na renda extra aos anfitriões no Carnaval:

1. Porto Belo, SC – 179%
2. Maceió, AL – 168%
3. Caraguatatuba, SP – 146%
4. Fortaleza, CE – 126%
5. Capão da Canoa, RS – 123%

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista