PUBLICIDADE

política

Bolsonaro diz que pode divulgar trecho de vídeo de reunião citada por Moro

Uma parte do v√≠deo de uma reuni√£o min¬≠is¬≠te¬≠r¬≠i¬≠al em 22 de abril pode ser divul¬≠ga¬≠da hoje pelo pres¬≠i¬≠dente da Rep√ļbli¬≠ca, Jair Bol¬≠sonaro. Nesse tre¬≠cho, segun¬≠do o pres¬≠i¬≠dente, tra¬≠ta-se da segu¬≠ran√ßa da sua fam√≠lia no Rio de Janeiro. Ele diz que levar√° essa pos¬≠si¬≠bil¬≠i¬≠dade ao advo¬≠ga¬≠do-ger¬≠al da Uni√£o, Jos√© Levi, para que torne p√ļbli¬≠ca parte da grava√ß√£o que reg¬≠istrou a reuni√£o.

‚ÄúPor mim, eu divul¬≠go‚ÄĚ , disse o pres¬≠i¬≠dente. ‚ÄúSe eu n√£o me engano, o Cel¬≠so de Mel¬≠lo ontem ofi¬≠ciou a√≠ o advo¬≠ga¬≠do do Moro, a AGU e a Justi√ßa exata¬≠mente para ver se a gente entra nes¬≠sa lin¬≠ha para divul¬≠gar, mes¬≠mo com os palavr√Ķes que eu falo sem¬≠pre‚ÄĚ, disse o pres¬≠i¬≠dente a jor¬≠nal¬≠is¬≠tas ao deixar o Pal√°¬≠cio da Alvo¬≠ra¬≠da.

O pres¬≠i¬≠dente garante que n√£o usou em sua fala as palavras ‚ÄúPol√≠¬≠cia Fed¬≠er¬≠al‚ÄĚ, ‚Äúsuper¬≠in¬≠tend√™n¬≠cia‚ÄĚ e ‚Äúinves¬≠ti¬≠ga√ß√£o‚ÄĚ, e sim tra¬≠tou dos riscos e a neces¬≠si¬≠dade de mel¬≠ho¬≠rar a segu¬≠ran√ßa dos fil¬≠hos no Rio.

Essa reuni√£o min¬≠is¬≠te¬≠r¬≠i¬≠al do dia 22 de abril foi cita¬≠da pelo ex-min¬≠istro da Justi√ßa Ser¬≠gio Moro no depoi¬≠men¬≠to que deu no √Ęmbito do inqu√©ri¬≠to aber¬≠to, cujo rela¬≠tor √© o min¬≠istro Cel¬≠so de Mel¬≠lo, do Supre¬≠mo Tri¬≠bunal Fed¬≠er¬≠al (STF). Esse proces¬≠so inves¬≠ti¬≠ga as acusa√ß√Ķes feitas por Moro ao anun¬≠ciar que pediu demis¬≠s√£o do car¬≠go de que Bol¬≠sonaro ten¬≠tou inter¬≠ferir politi¬≠ca¬≠mente na Pol√≠¬≠cia Fed¬≠er¬≠al.

Foto: Reuters - Pres¬≠i¬≠dente Jair Bol¬≠sonaro no Pal√°¬≠cio do Planal¬≠to

PUBLICIDADE