PUBLICIDADE

sa√ļde

Novidades da dieta para entrar em forma em 2017

Ano ap√≥s ano, a promessa de emagrecer est√° entre as principais resolu√ß√Ķes de milhares de pessoas. Seja em busca da boa forma ou em prol da sa√ļde, perder peso √© um desejo que se torna ainda mais latente neste per√≠odo, pois, em geral, a virada do ano representa um novo ciclo de conquistas.

O efeito motivacional provocado por esta época faz com que muitas pessoas iniciem uma dieta rigorosa tão logo o ano comece, contudo, nem sempre este propósito se mantém com o passar dos meses. Em geral, a correria do dia a dia faz com que todo aquele empenho inicial se perca e, fatidicamente, o projeto de emagrecimento entre na lista de promessas não cumpridas, adiadas para o ano seguinte.

Contudo, para que este ano a hist√≥ria seja diferente, √© importante buscar aliados na luta contra a balan√ßa. Se voc√™ deseja de uma vez por todas alcan√ßar a boa forma, conhe√ßa alguns alimentos capazes de tornar essa tarefa menos √°rdua, ajudando a driblar vil√Ķes como a fome exagerada, a falta de √Ęnimo e o metabolismo lento.

Reduzindo a absor√ß√£o dos carboidratosTodos sabem que os carboidratos s√£o considerados os grandes vil√Ķes da dieta. Contudo, ao contr√°rio dos famigerados regimes que restringem seu consumo, sua elimina√ß√£o deliberada do card√°pio n√£o √© saud√°vel e tampouco recomend√°vel para o emagrecimento. De acordo com a nutricionista Sinara Menezes, esses nutrientes tamb√©m s√£o de extrema import√Ęncia para quem deseja emagrecer e, posteriormente, manter o peso est√°vel ‚ÄúComo s√£o a principal fonte de energia r√°pida do organismo, s√£o fundamentais durante a dieta de perda de peso, sobretudo se a pessoa praticar atividades f√≠sicas regulares. Sua elimina√ß√£o pode fazer com que o organismo tenha que recorrer a outras fontes de energia, inclusive os m√ļsculos e sabe-se que perder massa magra torna o metabolismo mais lento e dificulta a queima de gordura‚ÄĚ.

A novidade: farinha de feij√£o brancoSim, por incr√≠vel que pare√ßa este item t√£o comum do card√°pio pode ajudar na perda de peso. O feij√£o branco cont√©m uma subst√Ęncia chamada faseolamina, capaz de fazer com que o organismo absorva menos carboidratos. De acordo com a nutricionista, essa prote√≠na √© capaz de diminuir significativamente a assimila√ß√£o do amido desses alimentos ‚ÄúQuando ingerido, a faseolamina presente no feij√£o branco bloqueia a a√ß√£o de uma enzima chamada alfa-amilase, justamente a respons√°vel por quebrar os carboidratos durante a digest√£o. Uma vez inibida, a capacidade do organismo em absorver o amido √© afetada, fazendo com que parte da glicose e, consequentemente, das calorias desses alimentos n√£o sejam armazenadas, sendo eliminadas pelo processo digestivo‚ÄĚ. Evid√™ncias apontam que a prote√≠na √© capaz de diminuir em at√© 20% a absor√ß√£o dos carboidratos, beneficiando consideravelmente as dietas de perda de peso. Contudo, n√£o basta consumir o feij√£o branco da maneira tradicional: ‚ÄúO cozimento faz com essa prote√≠na se perca, portanto, para alcan√ßar seus benef√≠cios √© recomendado incluir na dieta o extrato obtido a partir do feij√£o cru, como c√°psulas ou a pr√≥pria farinha do gr√£o‚ÄĚ.

A novidade: café verde

J√° famosa pelas suas propriedades termog√™nicas, a cafe√≠na √© um dos itens indispens√°veis para turbinar o metabolismo por meio da dieta. Por√©m, para conseguir efeitos ainda mais eficazes, a grande novidade do momento √© a inclus√£o do caf√© verde no card√°pio. De acordo com Sinara, os nutrientes ben√©ficos se encontram em n√≠veis muito mais elevados no gr√£o in natura ‚ÄúA torra √© feita, sobretudo, com o intuito de reduzir o sabor amargo do gr√£o de caf√©, mas, em contrapartida, faz com que muitas propriedades do alimento se percam. No gr√£o natural, ou seja, no caf√© verde, a concentra√ß√£o de cafe√≠na e de √°cido clorog√™nico √© muito superior quando comparado com o matinal. Portanto, √© uma escolha muito mais potente que o tradicional cafezinho para obter o efeito termog√™nico‚ÄĚ.

Controlando a fomePara obter sucesso no emagrecimento, √© fundamental reduzir a ingest√£o cal√≥rica, ou seja, consumir menos calorias do que se gasta ao longo do dia. Por√©m, um dos maiores desafios de quem inicia uma dieta √©, justamente, conseguir controlar o apetite. E essa sensa√ß√£o tem explica√ß√£o cient√≠fica ‚ÄúQuando reduzimos o consumo de calorias, for√ßando o organismo a recorrer aos estoques de gordura, nosso c√©rebro entende que estamos passando por um per√≠odo de escassez de alimentos. Diante disso, uma das primeiras rea√ß√Ķes naturais do nosso corpo √© ativar os mecanismos de fome, a fim de reabastecer o estoque perdido. Justamente por isso √© muito comum se sentir faminto no in√≠cio da dieta. Outro ponto importante √© que este mecanismo √© um dos fatores ligados ao efeito sanfona, especialmente em dietas extremamente restritivas, po rtanto √© preciso muito equil√≠brio e disciplina.‚ÄĚ ‚Äď explica a nutricionista.

Cautela no card√°pioPor mais que as novidades pare√ßam imperd√≠veis, √© preciso cautela. N√£o basta incluir tudo no card√°pio acreditando que os quilinhos extras v√£o sumir como m√°gica: √© fundamental investir na alimenta√ß√£o saud√°vel e na pr√°tica regular de atividades f√≠sicas para alcan√ßar o emagrecimento seguro. Al√©m disso, a orienta√ß√£o m√©dica √© indispens√°vel ‚ÄúAlguns nutrientes podem interferir na absor√ß√£o de outros e surtir o efeito contr√°rio do desejado, por isso, antes de fazer qualquer mudan√ßa na dieta, √© essencial buscar ajuda profissional. De acordo com o perfil do indiv√≠duo, um determinado nutriente ou¬† suplemento pode ser mais indicado do que o outro ‚ÄĚ Para finalizar, a nutricionista complementa ‚ÄúIndependente de qualquer plano, √© importante manter-se motivado, i nvestindo sempre numa alimenta√ß√£o balanceada e no exerc√≠cio f√≠sico. Dessa forma, tanto o corpo quanto a sa√ļde ser√£o beneficiados e certamente o objetivo ser√° alcan√ßado.‚ÄĚ

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE