PUBLICIDADE

6.0 - ESTILO DE VIDA

Erro inaceitável no Carnaval

A Mocidade Independente de Padre Miguel, vice-campeã do carnaval carioca neste ano, perdeu o título para a Portela por apenas um décimo. O desconto no somatório de pontos, porém, gerou polêmica depois da divulgação oficial das justificativas de todos os jurados.

Um dos jurados tirou um décimo da Verde e branco por não ter visto um destaque de chão que, na verdade, não estava previsto no desfile. O caso foi revelado pela coluna “Roda de Samba”, do jornalista Leonardo Bruno.

Apesar de ter considerado o enredo da Mocidade “de grande densidade cultural”, Valmir Aleixo Ferreira penalizou a escola por não apresentar o destaque “Esplendor dos 7 Mares”, que, porém, não constava no livro Abre-Alas, roteiro oficial dos desfiles entregue pelas escolas.

A nota 10 levaria ao empate com a Portela. O desempate só ocorreria no quinto critério de desempate: o quesito Comissão de Frente, em que a Portela perdeu um décimo, enquanto a Mocidade tirou 10. A Mocidade seria, então, a campeã do carnaval.

Em nota, a escola mostrou descontentamento com a justificativa do jurado e prometeu cobrar mais preparo técnico.

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE