2.0 // dossiê2.1 // economia

São Paulo suspende rodízio de veículos e deve ter diminuição na frota de ônibus

O rodízio de veículos na cidade de São Paulo foi suspenso nessa quinta-feira (24) devido à paralisação de caminhoneiros em todo o Brasil que vem afetando o abastecimento de combustível nas distribuidoras e até o sistema municipal de transporte. Assim, os carros com placas 7 e 8 estão liberados para transitar. A Prefeitura de São Paulo informou em nota que 40% da frota de ônibus não deverá circular.

Por volta de 11h, o índice de ônibus operando em São Paulo ainda é bom, 87%. Entretanto, os números podem mudar a qualquer momento.

A CET informou, às 8h30, que a capital paulista tinha 108 km de lentidão. A média de lentidão para o horário é de 43 ,8km.

Na noite de ontem (23), muitos motoristas se apressaram para ir aos postos abastecer e se depararam com preços ainda mais altos para a gasolina e para o etanol. Em muitos postos, não tinha mais combustível.

A greve dos caminhoneiros permanece mesmo após a Petrobras anunciar, por 15 dias, a redução em 10% do diesel. Os caminhoneiros pedem a redução do valor do óleo diesel e a mudança na política de preços da Petrobras, que hoje altera os valores de acordo com o valor do petróleo no mercado internacional e a cotação do dólar.

Enquanto isso, a gasolina teve, pelo 3º dia seguido, redução em seu preço. O valor que era de R$ 2,0306 o litro, diminuiu 0,72% e, agora é de R$ 2,0160.

Foto: Reprodução

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista