2.2 // negócios2.5 // brasil

Petróleo opera perto da estabilidade, de olho em sinais da oferta

O petróleo opera perto da estabilidade, nesta quarta-feira, com investidores atentos aos sinais para a oferta e a demanda, ao furacão Michael, que se aproxima dos Estados Unidos e causa paralisação parcial das atividades de produtores no Golfo do México.

Às 8h20 (de Brasília), o petróleo WTI para novembro caía 0,20%, a US$ 74,81 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para dezembro recuava 0,20%, a US$ 84,83 o barril, na ICE.

O furacão Michael já causou a paralisação na produção de cerca de 671 mil barris por dia de petróleo, ou quase 6% do total da produção dos EUA no Golfo do México, segundo números oficiais. Michael se fortaleceu para a categoria 4 e deve chegar à Flórida nesta quarta-feira.

Além disso, analistas antecipam que pode haver revisões em baixa nas projeções para a demanda por petróleo, após o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduzir projeções de crescimento do mundo para este ano e 2019.

As sanções dos EUA ao Irã também estão em foco, já que tendem a prejudicar as exportações do país persa. O Standard Chartered projetou queda de 1,4 milhão de barris por dia nas vendas iranianas até o fim do ano, quando antes previa recuo de 1 milhão.

Na agenda, às 17h30 o American Petroleum Institute (API) divulga relatório semanal sobre estoques de petróleo nos EUA, uma prévia do dado oficial, que sai nesta quinta-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista