PUBLICIDADE

mundo

N√£o teremos vacina contra coronav√≠rus t√£o cedo, afirma pesquisador de HIV 

Um cien¬≠tista norte-amer¬≠i¬≠cano de renome disse na quar¬≠ta-feira que o gov¬≠er¬≠no n√£o dev¬≠e¬≠ria esper¬≠ar que uma vaci¬≠na bem-suce¬≠di¬≠da con¬≠tra a Covid-19 seja desen¬≠volvi¬≠da em breve ao decidir se relaxa ou n√£o as restri√ß√Ķes impostas para con¬≠ter a pan¬≠demia.

William Hasel¬≠tine, pesquisador pio¬≠neiro de pro¬≠je¬≠tos de c√Ęncer, HIV/Aids e geno¬≠ma humano, disse que a mel¬≠hor abor¬≠dagem ago¬≠ra √© admin¬≠is¬≠trar a doen√ßa por meio do ras¬≠trea¬≠men¬≠to cuida¬≠doso das infec√ß√Ķes e de medi¬≠das r√≠gi¬≠das de iso¬≠la¬≠men¬≠to quan¬≠do ela come√ßa a se dis¬≠sem¬≠i¬≠nar.

Emb¬≠o¬≠ra uma vaci¬≠na con¬≠tra a Covid-19 pos¬≠sa ser desen¬≠volvi¬≠da, disse ele, ‚Äúeu n√£o con¬≠taria com isso‚ÄĚ.

Vaci­nas desen­volvi­das ante­ri­or­mente para out­ros tipos de coro­n­avírus não con­seguiram pro­te­ger as mem­branas mucosas do nar­iz, por onde o vírus cos­tu­ma entrar no cor­po, disse.

Mes¬≠mo sem um trata¬≠men¬≠to ou uma vaci¬≠na efi¬≠ciente, o v√≠rus pode ser con¬≠tro¬≠la¬≠do pela iden¬≠ti¬≠fi¬≠ca√ß√£o das infec√ß√Ķes ao se encon¬≠trar pes¬≠soas que foram expostas e isol√°-las, expli¬≠cou. Ele fez um ape¬≠lo para que as pes¬≠soas a usem m√°s¬≠caras, lavem as m√£os, limpem super¬≠f√≠¬≠cies e man¬≠ten¬≠ham a dis¬≠t√Ęn¬≠cia.

Ele ain¬≠da disse que a Chi¬≠na e alguns out¬≠ros pa√≠s¬≠es asi√°ti¬≠cos usaram esta estrat√©¬≠gia com suces¬≠so, enquan¬≠to Esta¬≠dos Unidos e out¬≠ras na√ß√Ķes n√£o fiz¬≠er¬≠am o sufi¬≠ciente para ‚Äúiso¬≠lar √† for√ßa‚ÄĚ todos os que foram expos¬≠tos ao v√≠rus.

Chi¬≠na, Cor¬≠eia do Sul e Tai¬≠wan se sa√≠ram mel¬≠hor na con¬≠ten√ß√£o das infec√ß√Ķes, disse, enquan¬≠to EUA, R√ļs¬≠sia e Brasil se sa√≠ram pior.

Os testes de vaci¬≠nas exper¬≠i¬≠men¬≠tais da Covid-19 em ani¬≠mais con¬≠seguiram reduzir a car¬≠ga viral em √≥rg√£os como pul¬≠m√Ķes, mas as infec√ß√Ķes per¬≠manece¬≠r¬≠am, detal¬≠hou.

Para o trata¬≠men¬≠to, pacientes v√™m receben¬≠do plas¬≠ma rico em anti¬≠cor¬≠pos doa¬≠do por pes¬≠soas que se recu¬≠per¬≠aram da Covid-19, e far¬≠ma¬≠c√™u¬≠ti¬≠cas est√£o tra¬≠bal¬≠han¬≠do para pro¬≠duzir ver¬≠s√Ķes refi¬≠nadas e con¬≠cen¬≠tradas deste soro.

Con¬≠heci¬≠dos como glob¬≠u¬≠li¬≠na hiper¬≠imune, estes pro¬≠du¬≠tos est√£o ‚Äúonde os primeiros trata¬≠men¬≠tos ver¬≠dadeiros estar√£o‚ÄĚ, disse Hasel¬≠tine, pre¬≠ven¬≠do suces¬≠so tam¬≠b√©m na pesquisa de anti¬≠cor¬≠pos mon¬≠o¬≠clon¬≠ais que detec¬≠tam e neu¬≠tral¬≠izam a capaci¬≠dade do v√≠rus de entrar nas c√©lu¬≠las humanas.

Por Alessan­dra Gal­loni / REUTERS

PUBLICIDADE