entretenimentoesporte

Minnesota vikings tenta quebrar maldição histórica da NFL

O dia 14 de janeiro de 2018 ficará marcado eternamente na carreira do wide receiver Stefon Diggs, do Minnesota Vikings. Naquele domingo a noite, o camisa 14 fez história ao anotar um touchdown no último segundo da partida contra o New Orleans Saints, levando o time à vitória por 29 a 24 e enlouquecendo os torcedores. Mas o milagre ficou para trás, agora Diggs pode ser decisivo para o Minnesota Vikings quebrar uma maldição histórica. Em 51 edições de Super Bowl, nunca na história o time dono do estádio sede chegou à decisão. Para quebrar a marca, os Vikings viajam para a Filadélfia com a missão de derrubar o time de melhor campanha, o Philadelphia Eagles, no domingo às 21h40.

Caso avançem ao Super Bowl, os Vikings quebrarão ainda outro marca. Será a primeira vez que aparecem na decisão desde 1976. Desde então, a franquia chegou à cinco finais de conferência, perdendo as cinco. Essa é a maior sequência de derrotas desse tipo nos últimos 40 anos.

 - REVISTA MAISJR

Fonte: Globoesporte

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista