4.0 // manual4.2 // saúde

Ficar muito tempo na mesma posição oferece riscos à saúde

Quem trabalha muito tempo na mesma posição, principalmente em pé, sabe o alívio que é chegar em casa à noite e colocar os pés para cima. Mas o que poucos sabem é que as consequências de permanecer o dia inteiro sentado ou em pé podem ir muito além de um simples desconforto nas pernas. “O sangue é enviado pelo coração para as pernas através das artérias e é função das veias fazer com que este sangue retorne ao coração. Mas o coração sozinho não tem força suficiente para realizar o retorno, então a musculatura da batata da perna fica responsável por isso. Porém, quando não nos movimentamos também não ocorre a contração desses músculos, o que dificulta o retorno do sangue”, explica a angiologista Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Esta circulação incorreta faz com que o sangue se acumule nas veias e migre para pequenos espaços nos tecidos ao redor, ocasionando a incômoda sensação de inchaço nas pernas, nos pés e nos tornozelos que quem passa muitas horas na mesma posição conhece bem. “Em casos extremos, em que o músculo não é exercitado durante muito tempo, este inchaço pode ocasionar coágulos sanguíneos, trombose ou até mesmo embolia pulmonar”, alerta a especialista. Além disso, períodos prolongados sem mudar de posição colaboram com o surgimento das varizes. Isso porque o sangue acumulado nas veias acaba prejudicando as válvulas existentes dentro dos vasos, responsáveis por controlar a passagem do sangue. “Como o sistema valvular para de funcionar corretamente, as válvulas acabam deixando o sangue refluir, o que aumenta a pressão da área e causa alteração na parede da veia, tornando-a dilatada e tortuosa”, completa a médica.

Mas é possível prevenir estes problemas através de alguns cuidados. Por exemplo, quem trabalha muito em pé deve sempre procurar alternar o peso do corpo entre uma perna e outra. As mulheres também devem evitar o uso de saltos muito altos ou extremamente baixos. “Já quem passa longos períodos sentado deve levantar-se a cada hora para mexer as pernas por alguns minutos. É importante também que você evite cruzar as pernas ou sentar sobre elas, procurando sempre mantes as pernas ligeiramente separadas e os pés no chão”, destaca a cirurgiã vascular.

Além disso, beber bastante água, manter uma dieta balanceada, diminuir a quantidade de sal nas refeições, praticar exercícios, evitar roupas apertadas e usar sapatos confortáveis e meias de compressão são outras dicas que podem ajudar a prevenir os problemas de circulação no dia-a-dia. “Caso você note qualquer tipo de alteração nas pernas, como mudança da coloração da pele, inchaço persistente, queimação, sensação de cansaço e retenção de liquido, é importante que você consulte um médico qualificado. Apenas ele poderá diagnosticar o problema e indicar o melhor tratamento para cada caso”, finaliza a Dra. Aline Lamaita.

 - REVISTA MAISJR

Foto: Stocksnap

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista