Fed espera que a economia cres√ßa a um ritmo modesto, com uma infla√ß√£o baixa, mas perto da meta de 2%¬© Bren¬≠dan Smi¬≠alows¬≠ki Fed espera que a econo¬≠mia cres√ßa a um rit¬≠mo modesto, com uma infla√ß√£o baixa, mas per¬≠to da meta de 2%As taxas de juros dos Esta¬≠dos Unidos est√£o em um bom pata¬≠mar no momen¬≠to, mas o Fed¬≠er¬≠al Reserve (Fed) est√° prepara¬≠do para mudar de rumos se a econo¬≠mia pre¬≠cis¬≠ar, afir¬≠mou o n√ļmero dois do ban¬≠co cen¬≠tral amer¬≠i¬≠cano nes¬≠ta quin¬≠ta-feira.

A políti­ca mon­etária se encon­tra bem depois de três cortes nas taxas de juros no ano pas­sa­do, e con­tin­uará apoian­do o cresci­men­to, disse o vice-pres­i­dente do Fed, Richard Clar­i­da, em seu dis­cur­so.

Mas se as per¬≠spec¬≠ti¬≠vas econ√īmi¬≠cas mudarem, ‚Äúrespon¬≠der¬≠e¬≠mos de acor¬≠do com a situ¬≠a√ß√£o‚ÄĚ.

As declar¬≠a√ß√Ķes de Clar¬≠i¬≠da no cen¬≠tro de an√°lise do Con¬≠sel¬≠ho de Rela√ß√Ķes Exte¬≠ri¬≠ores de Nova York ecoam as declar¬≠a√ß√Ķes do chefe do Fed, Jerome Pow¬≠ell, em dezem¬≠bro, ap√≥s a reuni√£o final de 2019.

O ban¬≠co cen¬≠tral foi for√ßa¬≠do a repen¬≠sar suas decis√Ķes, imprim¬≠ir algum est√≠¬≠mu¬≠lo √† econo¬≠mia cor¬≠tan¬≠do a taxa de juros de refer¬≠√™n¬≠cia, ap√≥s nove aumen¬≠tos con¬≠sec¬≠u¬≠tivos des¬≠de 2015, quan¬≠do os Esta¬≠dos Unidos se recu¬≠per¬≠aram da crise finan¬≠ceira de 2008.

‚ÄúA mudan√ßa na pos¬≠tu¬≠ra de pol√≠ti¬≠ca mon¬≠et√°ria que ado¬≠ta¬≠mos em 2019 foi opor¬≠tu¬≠na e vem dan¬≠do apoio √† econo¬≠mia e aju¬≠dan¬≠do a man¬≠ter o rumo das per¬≠spec¬≠ti¬≠vas dos EUA‚ÄĚ, disse Clar¬≠i¬≠da.

Mas ele ressaltou que essa pol√≠ti¬≠ca ‚Äún√£o pos¬≠sui um cur¬≠so pr√©-esta¬≠b¬≠ele¬≠ci¬≠do‚ÄĚ.

‚Äú√Č claro que, se sur¬≠girem desen¬≠volvi¬≠men¬≠tos que, no futuro, nos fa√ßam reavaliar nos¬≠sa per¬≠spec¬≠ti¬≠va, respon¬≠der¬≠e¬≠mos de acor¬≠do‚ÄĚ.

O Fed con­tin­ua esperan­do que a econo­mia cresça em um rit­mo modesto, com a inflação baixa, mas se aprox­i­man­do da meta de 2%, mes­mo enquan­to os mer­ca­dos de tra­bal­ho per­manecem fortes com o desem­prego em seu menor nív­el em 50 anos.