economia

Especialistas comentam recorde Ibovespa e retomada da economia

Vários fatores possibilitaram o recorde no Ibovespa. Segundo Anand Kishore, gestor de fundos da Daycoval Asset Management, a composição da equipe econômica do governo Bolsonaro foi o primeiro passo para a valorização verificada na bolsa brasileira. Liderada por Paulo Guedes, a equipe econômica gerou credibilidade e focou numa mudança em prol do mercado.

A aprovação da reforma da Previdência, no segundo semestre, contribuiu para a economia engrenar. “Vemos essa retomada da economia por meio de dados como a carteira de crédito dos bancos, que voltou a crescer, e a taxa de emprego, que está melhorando”, destaca Kishore. “Apesar do desemprego ainda estar alto, estamos vendo uma recuperação. Também notamos uma melhora na qualidade do emprego, ou seja, mais carteira assinada do que emprego intermitente.”

A retomada da economia pode ser verificada por meio do aumento das vendas no varejo: em 2019, grandes varejistas registraram recorde de vendas na Black Friday. Outro setor que mostra retomada é o da construção civil, um dos que mais emprega mão-de-obra no país. “Tudo isso impulsiona a bolsa. Para subir, tem que ter crescimento de lucro, que é derivado da atividade econômica”, afirma Kishore.

Enrico Cozzolino, analista de investimentos do Banco Daycoval, faz recomendações para o novo cenário.

“Entendo que empresas com bons fundamentos e que ainda não deslancharam, como muitos dos ativos que vimos subir expressivamente este ano, tendem a se beneficiar do cenário de baixa taxa de juros por um período de tempo prolongado. Estamos falando da Petrobras, que vem cumprindo à risca o seu plano de venda de ativos e redução de sua alavancagem; a Vale, na qual tivemos Brumadinho, que colocou certas dúvidas sobre a companhia, mas tem uma grande expectativa de distribuição de dividendos; e o próprio setor financeiro – os bancos em geral, destacando Itaú, que teve crescimento de lucros nos últimos trimestres, porém isso ainda não foi refletido no preço das ações, que no início do mês era praticamente igual ao início do ano”.

Ele destaca também os papéis das empresas que prestam suporte às empresas do setor imobiliário: Gerdau (aços longos) e a small cap Portobello (porcelanatos e revestimentos cerâmicos). Por fim, vale também se atentar a empresas relacionadas diretamente ao crescimento do PIB, como aquelas de concessões rodoviárias (Ecorodovias e CCR), portos (Santos Brasil) e também as empresas do setor elétrico, que podem representar um gargalo para crescimento econômico.

Para 2020, a Daycoval Asset Management projeta o Ibovespa a 126 mil pontos, tomando por base em um crescimento dos lucros das empresas de 15% a 20%, estimulados pela manutenção da taxa de juros em 4,5%. Além desse cenário benigno, os resultados das companhias também podem ser impulsionados por algumas reformas que podem ser aprovadas em 2020, como a Administrativa, ou a PEC emergencial.

 

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista