PUBLICIDADE

3.0 - Negócios

Conheça mais sobre o Bitcoin

A vari¬≠a√ß√£o do Bit¬≠coin parece uma ver¬≠dadeira mon¬≠tan¬≠ha rus¬≠sa. Fato que causa con¬≠fus√£o em muitas pes¬≠soas. Ap√≥s o boom em 2017 no pa√≠s, cada vez mais brasileiros bus¬≠cam inve¬≠stir na crit¬≠po¬≠moe¬≠da. De acor¬≠do com lev¬≠an¬≠ta¬≠men¬≠to da Recei¬≠ta Fed¬≠er¬≠al, entre agos¬≠to e setem¬≠bro de 2019, brasileiros declararam quase R$ 14 bil¬≠h√Ķes em transa√ß√Ķes com moedas vir¬≠tu¬≠ais.

Segun¬≠do Daniel Coquieri, COO da Bit¬≠coin¬≠Trade, a ver¬≠sa¬≠til¬≠i¬≠dade do bit¬≠coin pode aumen¬≠tar a quan¬≠ti¬≠dade transa¬≠ciona¬≠da nos pr√≥x¬≠i¬≠mos anos. ‚ÄúApe¬≠sar de levar ‚Äėcoin‚Äô no nome, o Bit¬≠coin pode ser muito mais do que ape¬≠nas uma moe¬≠da. Como reser¬≠va de val¬≠or, por exem¬≠p¬≠lo, ele √© muito com¬≠para¬≠do ao ouro. Em out¬≠ra per¬≠spec¬≠ti¬≠va, √© pos¬≠s√≠v¬≠el com¬≠prar a crip¬≠to¬≠moe¬≠da como a√ß√Ķes na bol¬≠sa de val¬≠ores, ou qual¬≠quer out¬≠ro ati¬≠vo, como petr√≥leo‚ÄĚ, expli¬≠ca.

O ouro tem um val¬≠or definido, a par¬≠tir do vol¬≠ume, ofer¬≠ta lim¬≠i¬≠ta¬≠da e fini¬≠ta, al√©m da deman¬≠da cres¬≠cente. √Č por isso que a crip¬≠to¬≠moe¬≠da gan¬≠hou o apeli¬≠do de ouro dig¬≠i¬≠tal. O fato de ser com¬≠pra¬≠do ou ven¬≠di¬≠do de for¬≠ma r√°p¬≠i¬≠da, aju¬≠da tam¬≠b√©m na com¬≠para¬≠√ß√£o com a√ß√Ķes e demais ativos.

Ape¬≠sar do uso tradi¬≠cional como inves¬≠ti¬≠men¬≠to, o Bit¬≠coin pode estar pre¬≠sente no dia a dia. Alguns sis¬≠temas fazem inte¬≠gra√ß√£o com check¬≠outs tradi¬≠cionais, como por exem¬≠p¬≠lo o cart√£o de d√©bito. O resul¬≠ta¬≠do √©: cada vez que o cart√£o √© pas¬≠sa¬≠do, o val¬≠or sai da carteira de crip¬≠to¬≠moedas. ‚ÄúO Bit¬≠coin n√£o √© mel¬≠hor nem pior do que real, ouro ou petr√≥leo, mas pode faz¬≠er o papel dos tr√™s‚ÄĚ, expli¬≠ca o exec¬≠u¬≠ti¬≠vo.

Comu¬≠mente usa¬≠do como moe¬≠da e tam¬≠b√©m sal√°rio fora do Brasil, a crip¬≠to¬≠moe¬≠da j√° vem gan¬≠han¬≠do espa√ßo em a√ß√Ķes cotid¬≠i¬≠anas, como pas¬≠sagens a√©reas, ve√≠cu¬≠los, bebidas e at√© com¬≠pras de pro¬≠du¬≠tos. ‚ÄúAs pr√°ti¬≠cas j√° s√£o bas¬≠tante difun¬≠di¬≠das em out¬≠ros pa√≠s¬≠es e acred¬≠i¬≠to que um dia pos¬≠samos pagar nos¬≠sas com¬≠pras de super¬≠me¬≠r¬≠ca¬≠do dessa for¬≠ma no Brasil. Dis¬≠cuss√Ķes a respeito da reg¬≠u¬≠la¬≠men¬≠ta√ß√£o j√° come√ßaram por aqui e o futuro para as crip¬≠to¬≠moedas tende a ser pos¬≠i¬≠ti¬≠vo‚ÄĚ, final¬≠iza Coquieri.

PUBLICIDADE