PUBLICIDADE

brasil

C√Ęmeras t√©rmicas em preven√ß√£o contra coronav√≠rus em suas opera√ß√Ķes s√£o adotadas pela Vale 

Logo da Vale¬© Reuters/DENIS BALIBOUSE Logo da Vale

RIO DE JANEIRO (Reuters) ‚ÄĒ A min¬≠er¬≠ado¬≠ra Vale insta¬≠lar√° nas pr√≥x¬≠i¬≠mas sem¬≠anas 81 c√Ęmeras t√©r¬≠mi¬≠cas nas por¬≠tarias de unidades opera¬≠cionais em qua¬≠tro Esta¬≠dos brasileiros para iden¬≠ti¬≠ficar pes¬≠soas que este¬≠jam com alta tem¬≠per¬≠atu¬≠ra cor¬≠po¬≠ral, um dos sin¬≠tomas do novo coro¬≠n¬≠av√≠rus, em mais uma medi¬≠da ado¬≠ta¬≠da para evi¬≠tar o con¬≠t√°¬≠gio.

A implan¬≠ta√ß√£o dos equipa¬≠men¬≠tos, cujas leituras duram cer¬≠ca de dois segun¬≠dos e a margem de erro √© de 0,5 grau cen¬≠t√≠¬≠gra¬≠do, ocor¬≠rer√° em diver¬≠sas unidades, como minas e por¬≠tos, nos Esta¬≠dos de Minas Gerais, Par√°, Esp√≠ri¬≠to San¬≠to e Maran¬≠h√£o, infor¬≠mou a Vale, em e‚ÄĎmail √† Reuters.

O val¬≠or investi¬≠do na ini¬≠cia¬≠ti¬≠va, segun¬≠do a min¬≠er¬≠ado¬≠ra, √© de 7,5 mil¬≠h√Ķes de reais e as c√Ęmeras ser√£o impor¬≠tadas da Chi¬≠na e da Su√©¬≠cia.

‚ÄúOs empre¬≠ga¬≠dos ou vis¬≠i¬≠tantes que apre¬≠sentarem esse sinal (de tem¬≠per¬≠atu¬≠ra alta) n√£o ter√£o a entra¬≠da autor¬≠iza¬≠da e ser√£o abor¬≠da¬≠dos por um profis¬≠sion¬≠al capac¬≠i¬≠ta¬≠do da Vale, que ir√° prestar infor¬≠ma√ß√Ķes sobre a doen√ßa e encam¬≠in¬≠h√°-los para casa ou para uma unidade de sa√ļde‚ÄĚ, expli¬≠cou a Vale.

O primeiro lote de equipa­men­tos chega até o final de março a Belo Hor­i­zonte (MG), de onde será dis­tribuí­do para os demais Esta­dos. O segun­do lote, segun­do a Vale, chega em mea­d­os de abril.

A min¬≠er¬≠ado¬≠ra expli¬≠cou que ser√£o insta¬≠l¬≠a¬≠dos dois tipos de c√Ęmera.

As do primeiro lote, idên­ti­cas aos mod­e­los usa­dos em aero­por­tos de várias cidades do mun­do, como Dubai, Moscou e Kuala Lumpur, ficarão posi­cionadas sobre um tripé nas por­tarias das unidades da Vale.

‚ÄúTodos os empre¬≠ga¬≠dos e vis¬≠i¬≠tantes pas¬≠sar√£o em frente ao equipa¬≠men¬≠to e ter√£o sua tem¬≠per¬≠atu¬≠ra cor¬≠po¬≠ral medi¬≠da a par¬≠tir do duto lacrimal‚ÄĚ, infor¬≠mou.

J√° as c√Ęmeras do segun¬≠do lote ficar√£o posi¬≠cionadas num pon¬≠to fixo na entra¬≠da da por¬≠taria, como equipa¬≠men¬≠tos de vig¬≠il√Ęn¬≠cia comuns, e fil¬≠mar√£o um grupo de pes¬≠soas, disse a min¬≠er¬≠ado¬≠ra.

Com o uso de Intelig√™n¬≠cia Arti¬≠fi¬≠cial, a c√Ęmera faz uma bus¬≠ca por diver¬≠sos pon¬≠tos do ros¬≠to dessas pes¬≠soas e iden¬≠ti¬≠fi¬≠ca qual √© o mais pre¬≠ciso para se faz¬≠er a medi√ß√£o da tem¬≠per¬≠atu¬≠ra no momen¬≠to.

A empre­sa infor­mou na sem­ana pas­sa­da os primeiros dois casos de empre­ga­dos da Vale com coro­n­avírus, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Os casos foram comu­ni­ca­dos às autori­dades e a min­er­ado­ra afir­mou na ocasião que esta­va pre­stando toda a assistên­cia necessária aos empre­ga­dos, que estavam em iso­la­men­to domi­cil­iar.

Em fun√ß√£o ao alas¬≠tra¬≠men¬≠to do v√≠rus pelo mun¬≠do, a Vale adver¬≠tiu o mer¬≠ca¬≠do no in√≠¬≠cio do m√™s que pode¬≠ria ado¬≠tar medi¬≠das de con¬≠ting√™n¬≠cia ou even¬≠tual¬≠mente sus¬≠pender oper¬≠a√ß√Ķes dev¬≠i¬≠do ao coro¬≠n¬≠av√≠rus.

Pos­te­ri­or­mente, tomou diver­sas ini­cia­ti­vas para evi­tar o con­tá­gio da doença, além de par­al­is­ar tem­po­rari­a­mente cen­tro de dis­tribuição na Malásia de 24 a 31 de março e desacel­er­ar a oper­ação da mina de Voisey’s Bay, no Canadá, como pre­caução para pro­te­ger comu­nidades indí­ge­nas próx­i­mas diante da pan­demia.

MEDIDAS ADICIONAIS

A insta¬≠la√ß√£o de equipa¬≠men¬≠tos pela Vale √© uma das medi¬≠das colo¬≠cadas em cur¬≠so pela com¬≠pan¬≠hia, nas √ļlti¬≠mas sem¬≠anas, como for¬≠ma de refor√ßar a pre¬≠ven√ß√£o con¬≠tra o coro¬≠n¬≠av√≠rus em seus locais de tra¬≠bal¬≠ho e nas local¬≠i¬≠dades onde est√° pre¬≠sente.

A com­pan­hia tam­bém reduz­iu a pre­sença do efe­ti­vo admin­is­tra­ti­vo e opera­cional nas unidades, de for­ma a man­ter ape­nas serviços essen­ci­ais.

Des¬≠de 16 de mar√ßo, a Vale ado¬≠tou tra¬≠bal¬≠ho remo¬≠to para empre¬≠ga¬≠dos cujas fun√ß√Ķes s√£o eleg√≠veis e para empre¬≠ga¬≠dos dos gru¬≠pos de risco ‚Äďaque¬≠les com 60 anos ou mais com algum prob¬≠le¬≠ma de sa√ļde pr√©-exis¬≠tente, con¬≠forme ori¬≠en¬≠ta√ß√£o do Min¬≠ist√©rio da Sa√ļde.

Al√©m dis¬≠so, a Vale ressaltou que colo¬≠cou em pr√°ti¬≠ca uma s√©rie de a√ß√Ķes pre¬≠ven¬≠ti¬≠vas e proa¬≠t¬≠i¬≠vas para evi¬≠tar aglom¬≠er¬≠a√ß√£o, como redu√ß√£o da quan¬≠ti¬≠dade de pes¬≠soas nas por¬≠tarias, nos √īnibus e nos restau¬≠rantes.

‚ÄúA Vale refor√ßa que est√° em con¬≠formi¬≠dade com os pro¬≠to¬≠co¬≠los de sa√ļde e segu¬≠ran√ßa esta¬≠b¬≠ele¬≠ci¬≠dos pelas autori¬≠dades e ag√™n¬≠cias de cada um dos pa√≠s¬≠es em que opera e est√° mon¬≠i¬≠toran¬≠do o desen¬≠volvi¬≠men¬≠to da situ¬≠a√ß√£o‚ÄĚ, frisou.

A empre¬≠sa tam¬≠b√©m fechou a com¬≠pra de 5 mil¬≠h√Ķes de kits de testes r√°pi¬≠dos para o novo coro¬≠n¬≠av√≠rus que ser√£o doa¬≠d¬≠os ao gov¬≠er¬≠no brasileiro para aju¬≠dar no com¬≠bate √† dis¬≠sem¬≠i¬≠na√ß√£o da doen√ßa.

Os testes ser√£o envi¬≠a¬≠dos por frete a√©reo e a pre¬≠vis√£o √© que o primeiro lote de um mil¬≠h√£o seja entregue √† Vale na Chi¬≠na na pr√≥x¬≠i¬≠ma sex¬≠ta-feira, chegan¬≠do no Brasil no in√≠¬≠cio da sem¬≠ana seguinte. Os qua¬≠tro mil¬≠h√Ķes restantes t√™m sua entre¬≠ga pre¬≠vista pelo fornece¬≠dor chin√™s em abril.

(Por Mar­ta Nogueira)

PUBLICIDADE