PUBLICIDADE

economia

Caixa anuncia regras da linha de crédito para micro e pequenas empresas

A Caixa Econ√īmi¬≠ca Fed¬≠er¬≠al detal¬≠hou as regras da nova lin¬≠ha de cr√©di¬≠to Giro¬≠Caixa-Pron¬≠ampe, basea¬≠da no Pro¬≠gra¬≠ma Nacional de Apoio √†s Microem¬≠pre¬≠sas e Empre¬≠sas de Pequeno Porte (Pron¬≠ampe), anun¬≠ci¬≠a¬≠do pelo Gov¬≠er¬≠no Fed¬≠er¬≠al. A medi¬≠da foi insti¬≠tu√≠¬≠da pela Lei n¬ļ 13.999 e tem como obje¬≠ti¬≠vo ofer¬≠e¬≠cer recur¬≠sos para os pequenos neg√≥¬≠cios em meio √† crise ger¬≠a¬≠da pelo coro¬≠n¬≠av√≠rus.

A op√ß√£o √© des¬≠ti¬≠na¬≠da √†s MEIs, micro e peque¬≠nas empre¬≠sas com fat¬≠u¬≠ra¬≠men¬≠to de at√© R$ 4,8 mil¬≠h√Ķes por ano. Ser√£o disponi¬≠bi¬≠liza¬≠dos R$ 3 bil¬≠h√Ķes em cap¬≠i¬≠tal de giro para aux¬≠il¬≠iar as empre¬≠sas.

Como vai funcionar

Para con¬≠seguir o aces¬≠so ao cr√©di¬≠to, a empre¬≠sa pre¬≠cisa pas¬≠sar por tr√™s eta¬≠pas. Primeiro deve man¬≠i¬≠fes¬≠tar seu inter¬≠esse por meio da p√°gi¬≠na da Caixa. Depois deve aguardar o con¬≠ta¬≠to de um ger¬≠ente para o envio de doc¬≠u¬≠men¬≠ta√ß√£o e demais infor¬≠ma√ß√Ķes ao ban¬≠co. Se a lin¬≠ha de cr√©di¬≠to for aprova¬≠da, a empre¬≠sa pode efe¬≠t¬≠u¬≠ar a con¬≠trata√ß√£o.

O ban­co não infor­mou o tem­po médio de espera para que a empre­sa recebe um retorno da Caixa.

Veja as condi√ß√Ķes do pro¬≠gra¬≠ma:

Veja uma sim­u­lação fei­ta pela Caixa:

 

Ques¬≠tion¬≠a¬≠do sobre a difi¬≠cul¬≠dade de aces¬≠so a cr√©di¬≠to que empre¬≠sas desse porte v√™m sofren¬≠do na pan¬≠demia, Pedro Guimar√£es, pres¬≠i¬≠dente da Caixa, jus¬≠ti¬≠fi¬≠cou que o ban¬≠co j√° emprestou des¬≠de o come√ßo da pan¬≠demia R$ 7 bil¬≠h√Ķes para micro e peque¬≠nas empre¬≠sas e o Fun¬≠do de Garan¬≠tia de Oper¬≠a√ß√Ķes (FGO) √© um difer¬≠en¬≠cial do pro¬≠gra¬≠ma.

‚ÄúE o Pron¬≠ampe aju¬≠da porque con¬≠ta com um vol¬≠ume de garan¬≠tias muito supe¬≠ri¬≠or ao que se encon¬≠tra hoje no mer¬≠ca¬≠do. Com isso, con¬≠seguimos ofer¬≠tar o cr√©di¬≠to a uma base muito maior de empre¬≠sas. Com esse pro¬≠gra¬≠ma, todos os ban¬≠cos que ofertarem a lin¬≠ha de cr√©di¬≠to ten¬≠do o FGO como garan¬≠tia de risco de cr√©di¬≠to, de n√£o paga¬≠men¬≠to, ter√£o uma garan¬≠tia mais sig¬≠ni¬≠fica¬≠ti¬≠va. Dado isso, o risco de cr√©di¬≠to √© menor e poder¬≠e¬≠mos emprestar para um n√ļmero maior de empre¬≠sas.‚ÄĚ

Na pr√°ti¬≠ca, o FGO tem por final¬≠i¬≠dade garan¬≠tir parte do risco dos empr√©s¬≠ti¬≠mos e finan¬≠cia¬≠men¬≠tos con¬≠ce¬≠di¬≠dos pelas insti¬≠tu¬≠i√ß√Ķes finan¬≠ceiras que s√£o cotis¬≠tas do fun¬≠do. Assim, os ban¬≠cos se sen¬≠tem mais seguros para lib¬≠er¬≠ar o cr√©di¬≠to em meio √† pan¬≠demia.

Guimar√£es acres¬≠cen¬≠tou que o in√≠¬≠cio da oper¬≠a√ß√£o ser√° mais mec√Ęni¬≠co e buro¬≠cr√°ti¬≠co porque o aplica¬≠ti¬≠vo para essa lin¬≠ha de cr√©di¬≠to est√° sendo desen¬≠volvi¬≠do.

‚ÄúQuan¬≠do tiver¬≠mos toda a fer¬≠ra¬≠men¬≠ta na mes¬≠ma lin¬≠ha do aux√≠lio emer¬≠gen¬≠cial essa esteira ser√° autom√°ti¬≠ca e ter¬≠e¬≠mos um n√ļmero maior de con¬≠trata√ß√Ķes. Nesse momen¬≠to de pan¬≠demia √© mais efi¬≠ciente que o con¬≠ta¬≠to e con¬≠trata√ß√£o seja pelo site, mas esta¬≠mos desen¬≠vol¬≠ven¬≠do o app porque quer¬≠e¬≠mos agilizar o atendi¬≠men¬≠to‚ÄĚ, afir¬≠mou durante a cole¬≠ti¬≠va de impren¬≠sa nes¬≠ta ter√ßa-feira.

Cronograma

As empre­sas poderão solic­i­tar a con­tratação da lin­ha de crédi­to entre 16 de jun­ho e 19 de agos­to, seguin­do este cal­endário:

*Por Gio¬≠van¬≠na Sutto/InfoMoney 

PUBLICIDADE