economia

Banda larga fixa cresce 7,41%

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Reprodução) 

O Brasil fechou o ano de 2018 com 31,05 milhões de contratos ativos no serviço de banda larga, um incremento de 2,14 milhões de assinaturas no serviço (+7,41%). Em relação a novembro, dezembro registrou uma diminuição de 149,38 mil contratos (-0,48%). Os dados foram divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O grupo Claro, com  9,36 milhões, detém o maior volume de assinantes (30,15% do total), seguida da Vivo com 7,58 milhões (24,41%) e da Oi com 5,99 milhões (19,31%). Desses, apenas a Claro com mais 467,01 mil contratos (+5,25%) apresentou crescimento, a Vivo teve uma diminuição de 5,37 mil clientes (-0,07%) e a Oi perda de 309,92 mil (-4,92%).

Nos doze meses do ano passado, com exceção de Rondônia e Roraima, todos os outros estados brasileiros registraram crescimento no serviço de banda larga fixa. O maior aumento de contratos ativos foi no estado Amazonas, mais 39,01 mil linhas (13,83%), seguido da Paraíba com mais 38,97 mil (+13,43%) e do Ceará com mais 98,42 mil (+13,31%). O estado de Rondônia teve uma diminuição de 0,5 mil contratos (-0,37%) e Roraima menos 0,9 mil (-2,60%).

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista