PUBLICIDADE

mundo

Agência inglesa diz que revisará testes da AstraZeneca para Covid-19

A ag√™n¬≠cia reg¬≠u¬≠lado¬≠ra m√©di¬≠ca do Reino Unido infor¬≠mou nes¬≠ta quar¬≠ta-feira (9) que est√° revisan¬≠do com urg√™n¬≠cia as infor¬≠ma√ß√Ķes dispon√≠veis para deter¬≠mi¬≠nar se a AstraZeneca pode reini¬≠ciar os testes de sua vaci¬≠na exper¬≠i¬≠men¬≠tal con¬≠tra o novo coro¬≠n¬≠av√≠rus ap√≥s uma doen√ßa inex¬≠pli¬≠ca¬≠da em um par¬≠tic¬≠i¬≠pante.

Em um e‚ÄĎmail, o dire¬≠tor de licen¬≠ci¬≠a¬≠men¬≠to da Ag√™n¬≠cia Reg¬≠u¬≠lado¬≠ra de Medica¬≠men¬≠tos e Pro¬≠du¬≠tos para a Sa√ļde (MHRA), Siu Ping Lam, disse que a insti¬≠tu¬≠i√ß√£o est√° tra¬≠bal¬≠han¬≠do com o Cen¬≠tro de Vaci¬≠nas de Oxford para revis¬≠ar os dados de segu¬≠ran√ßa, de acor¬≠do com o pro¬≠to¬≠co¬≠lo do estu¬≠do.

‚ÄúEsta¬≠mos revisan¬≠do urgen¬≠te¬≠mente todas as infor¬≠ma√ß√Ķes e ati¬≠va¬≠mente enga¬≠ja¬≠dos com os pesquisadores para deter¬≠mi¬≠nar se o ensaio pode reini¬≠ciar o mais r√°pi¬≠do pos¬≠s√≠v¬≠el‚ÄĚ, afir¬≠mou ele.

A segu­rança dos par­tic­i­pantes em qual­quer ensaio clíni­co é uma pri­or­i­dade, acres­cen­tou. A AstraZeneca está desen­vol­ven­do a vaci­na em poten­cial com a Uni­ver­si­dade de Oxford.

 

PUBLICIDADE