PUBLICIDADE

mundo

Variante do coronavírus pode adiar reabertura da Inglaterra, alerta premiê

A Inglaterra pode ter que esperar mais do que o planejado para as restri√ß√Ķes da Covid-19 serem totalmente suspensas, j√° que uma variante do coronav√≠rus encontrada primeiramente na √ćndia se dissemina rapidamente no Reino Unido, alertou o primeiro-ministro, Boris Johnson, nesta quinta-feira.

Johnson havia delineado um itiner√°rio de sa√≠da do lockdown para a Inglaterra que previa o fim de todas as restri√ß√Ķes no dia 21 de junho, mas alertou que a prolifera√ß√£o r√°pida da variante pode amea√ßar este plano.

As pr√≥ximas etapas depender√£o de qu√£o robustas as “fortifica√ß√Ķes de vacina” do pa√≠s s√£o contra a variante, segundo o premi√™.

“Atualmente, n√£o vejo nada nos dados que sugira que temos que nos desviar do itiner√°rio, mas podemos ter que esperar”, disse.

O governo brit√Ęnico administra as restri√ß√Ķes de lockdown da Inglaterra, e autoridades delegadas do Pa√≠s de Gales, Esc√≥cia e Irlanda do Norte tomam suas pr√≥prias decis√Ķes.

Cifras semanais mostraram quase sete mil casos confirmados da variante B.1.617.2 no Reino Unido, o dobro do total da semana passada.

O secret√°rio da Sa√ļde brit√Ęnico, Matt Hancock, disse ao Parlamento que no dia 14 de junho se far√° uma avalia√ß√£o formal sobre a possibilidade de descartar as restri√ß√Ķes em 21 de junho.

“S√≥ faremos isso se for seguro”, afirmou ele ao Parlamento. Mais tarde, em uma coletiva de imprensa, ele disse que at√© tr√™s quartos dos casos novos de coronav√≠rus s√£o da variante indiana.

Acredita-se que ela se espalha mais rapidamente do que a variante dominante anterior B.1.1.7 “Kent”, mas especialistas dizem que as vacinas ainda protegem de doen√ßa grave.

*Com informa√ß√Ķes da Reuters