PUBLICIDADE

Tatiana Nobili

Tatiana Nobili: Shampoo ‚Äėlixo zero‚Äô ganha cada vez mais adeptos

O sham¬≠poo s√≥li¬≠do, ou em bar¬≠ra, como tem sido mais divul¬≠ga¬≠do, n√£o √© uma novi¬≠dade mas, com a onda do con¬≠sumo ‚Äúcom¬≠pre de quem faz‚ÄĚ e a pre¬≠ocu¬≠pa√ß√£o ain¬≠da maior com o meio ambi¬≠ente, vem gan¬≠han¬≠do cada vez mais adep¬≠tos. H√° muitas mar¬≠cas pro¬≠duzin¬≠do, mas tam¬≠b√©m muitos artes√£os. A grande van¬≠tagem, do pon¬≠to de vista ecol√≥gi¬≠co, √© a pri¬≠va√ß√£o do uso de embal¬≠a¬≠gens pl√°s¬≠ti¬≠cas comuns ao sham¬≠poo l√≠qui¬≠do. Tem tam¬≠b√©m a quest√£o da dura¬≠bil¬≠i¬≠dade, e con¬≠se¬≠quente econo¬≠mia, e prati¬≠ci¬≠dade no caso de ter que trans¬≠portar. Mas os usu√°rios v√™m divul¬≠gan¬≠do mar¬≠avil¬≠has tam¬≠b√©m quan¬≠to aos resul¬≠ta¬≠dos. Segun¬≠do eles, os cabe¬≠los, sub¬≠meti¬≠dos a menos qu√≠mi¬≠cas por serem pro¬≠du¬≠tos nat¬≠u¬≠rais, ficam mais fortes e saud√°veis, e respon¬≠dem com mais bril¬≠ho e beleza. Tratan¬≠do-se de cabe¬≠lo, essas s√£o as palavras m√°g¬≠i¬≠cas que fazem os olhos bril¬≠har.

Mar¬≠cas aliam segu¬≠ran√ßa √† moda e usam teci¬≠dos que prom¬≠e¬≠tem elim¬≠i¬≠nar o coro¬≠n¬≠av√≠rus

A Diesel foi a empre¬≠sa que cau¬≠sou o maior alvoro√ßo ao anun¬≠ciar a tec¬≠nolo¬≠gia ino¬≠vado¬≠ra que per¬≠mite acabar com 99% dos v√≠rus, incluin¬≠do, claro, o coro¬≠n¬≠av√≠rus. Inti¬≠t¬≠u¬≠la¬≠da ‚Äúviraloff‚ÄĚ, a tec¬≠nolo¬≠gia tam¬≠b√©m ali¬≠men¬≠ta a sus¬≠tentabil¬≠i¬≠dade por exi¬≠gir menos lavagens e poupar o con¬≠sumo de √°gua e sab√£o. Mas ela n√£o est√° soz¬≠in¬≠ha. No Brasil, a Vicun¬≠ha T√™x¬≠til anun¬≠ciou a cri¬≠a√ß√£o da cole√ß√£o V. Pro¬≠tec¬≠tive, com¬≠pos¬≠ta por teci¬≠dos fun¬≠cionais com pro¬≠priedades antibac¬≠te¬≠ri¬≠anas, antivi¬≠rais, antimi¬≠cro¬≠bianas e repe¬≠lentes. Os teci¬≠dos tec¬≠nol√≥gi¬≠cos da cole√ß√£o tam¬≠b√©m repelem l√≠qui¬≠do e got√≠cu¬≠las de sali¬≠va. Com a rapi¬≠dez que a situ¬≠a√ß√£o exige, essas mar¬≠avil¬≠has estar√£o dispon√≠veis j√° nas pr√≥x¬≠i¬≠mas cole√ß√Ķes e, logo, a maio¬≠r¬≠ia das mar¬≠cas vai ofer¬≠e¬≠cer pe√ßas com esse prop√≥si¬≠to tam¬≠b√©m.

Bota bran¬≠ca refor√ßa o pos¬≠to de tend√™n¬≠cia e come√ßa a sair do arm√°rio

O uso da bota bran¬≠ca j√° havia sido dec¬≠re¬≠ta¬≠do como tend√™n¬≠cia para 2020 h√° tem¬≠pos, mas virou um pro¬≠je¬≠to engave¬≠ta¬≠do pela reclus√£o social. Ago¬≠ra, com o relax¬≠am¬≠en¬≠to da quar¬≠ente¬≠na e a vida social voltan¬≠do aos poucos, as mais fash¬≠ion¬≠istas j√° aproveitaram para colo¬≠car em uso. Com vari¬≠a√ß√Ķes em mate¬≠ri¬≠ais e mod¬≠e¬≠los, vai do cano cur¬≠to ao lon¬≠go, salto quadra¬≠do ao fino, do vinil ao couro e pode at√© ter uma pega¬≠da cow¬≠boy. O uso tam¬≠b√©m √© bem ver¬≠s√°til e pode ser usa¬≠da que¬≠bran¬≠do um look monocrom√°ti¬≠co ou all jeans, com meias soquete com a bar¬≠ra dobra¬≠da‚Ķ s√£o muitas as alter¬≠na¬≠ti¬≠vas. O primeiro pas¬≠so √© que¬≠brar o gelo e se acos¬≠tu¬≠mar, incor¬≠po¬≠ran¬≠do grada¬≠ti¬≠va¬≠mente aos seus looks.

Médi­cas de biqui­ni movi­men­tam as redes soci­ais

As redes soci­ais foram inva­di­das esta sem­ana por fotos de médi­cas de jale­co ao lado de uma ver­são, dig­amos, mais expos­ta da sua figu­ra. A hash­tag #med­ibiki­ni gan­hou adesão mundi­al e surgiu da indig­nação da classe com o resul­ta­do de uma pesquisa amer­i­cana, insin­uan­do uma pos­tu­ra antiprofis­sion­al por parte de doutoras que se expun­ham em fotos con­sid­er­adas provo­cantes ou inad­e­quadas. Foi a sen­ha para que pipocasse por toda a parte reg­istro de cor­pos sara­dos, mul­heres lin­das e, sim, sen­suais tam­bém, mostran­do que não dão espaço para nen­hum tipo de pre­con­ceito.

Mar¬≠ca lan√ßa¬≠da por Mari¬≠na Ruy Bar¬≠bosa vira febre e esgo¬≠ta a cole√ß√£o em um dia

Destaque entre as atrizes da sua ger¬≠a√ß√£o, Mari¬≠na Ruy Bar¬≠bosa aproveitou a roti¬≠na mais fol¬≠ga¬≠da na quar¬≠ente¬≠na para colo¬≠car em pr√°ti¬≠ca o vel¬≠ho pro¬≠je¬≠to de lan√ßar uma mar¬≠ca de moda. A Gin¬≠ger foi lan√ßa¬≠da no dia 25 de jul¬≠ho, com 100% da ren¬≠da das primeiras ven¬≠das des¬≠ti¬≠na¬≠da a pro¬≠je¬≠tos soci¬≠ais da ONG Geran¬≠do Fal¬≠c√Ķes. A primeira cole√ß√£o, inti¬≠t¬≠u¬≠la¬≠da Pre¬≠f√°¬≠cio, esgo¬≠tou no mes¬≠mo dia e trouxe roupas em algo¬≠d√£o org√Ęni¬≠co, numa lin¬≠ha casu¬≠al e mod¬≠e¬≠la¬≠gens mais amplas, pri¬≠or¬≠izan¬≠do o con¬≠for¬≠to mas obe¬≠di¬≠ente √† cartela de cores mais atu¬≠al, com o ab√≥b¬≠o¬≠ra, Gin¬≠ger, em destaque. Enga¬≠ja¬≠da na sus¬≠tentabil¬≠i¬≠dade e no con¬≠sumo con¬≠sciente, a mar¬≠ca se prop√Ķe a pres¬≠ti¬≠giar pro¬≠du¬≠tores e mat√©rias-pri¬≠mas brasileiras e, inde¬≠pen¬≠dente, se declara ‚Äúlivre das amar¬≠ras das esta√ß√Ķes‚ÄĚ, esta¬≠b¬≠ele¬≠cen¬≠do que n√£o vai seguir cal¬≠end√°rios.

DIY Fash­ion

Se existe um item per¬≠feito para faz¬≠er cus¬≠tomiza¬≠√ß√Ķes, √© o bot√£o! Muito f√°cil de achar e dispon√≠v¬≠el numa var¬≠iedade de taman¬≠hos, tipos e cores, ele pode faz¬≠er a difer¬≠en√ßa em blusas, jaque¬≠tas, cal√ßas, bol¬≠sas‚Ķ mas hoje vamos ver o que ele pode faz¬≠er por uma vel¬≠ha sap¬≠atil¬≠ha. Voc√™ s√≥ vai pre¬≠cis¬≠ar do cal√ßa¬≠do, cola para sap¬≠a¬≠to, os bot√Ķes e a sua imag¬≠i¬≠na√ß√£o. Dica extra: taman¬≠hos vari¬≠a¬≠dos de bot√Ķes deix¬≠am o resul¬≠ta¬≠do muito mais despo¬≠ja¬≠do e char¬≠moso!

Fique de olho

IN

O nat¬≠ur¬≠al nun¬≠ca esteve t√£o em alta. Teci¬≠dos nat¬≠u¬≠rais est√£o em alta, pri¬≠or¬≠izan¬≠do o con¬≠for¬≠to. Sham¬≠poos nat¬≠u¬≠rais est√£o em alta, poupan¬≠do os fios e a natureza. Comi¬≠da nat¬≠ur¬≠al est√° em alta, porque cuidar da sa√ļde est√° no topo das pri¬≠or¬≠i¬≠dades. At√© a cor nat¬≠ur¬≠al dos cabe¬≠los est√° em alta, mes¬≠mo que os fios j√° este¬≠jam bran¬≠cos. Nat¬≠u¬≠ral¬≠ize-se!

OUT

O pre­con­ceito. Com a polêmi­ca envol­ven­do a cam­pan­ha da Natu­ra para o Dia dos Pais, que tem a par­tic­i­pação do empresário Tam­my Miran­da, que é trans, o tema veio mais à tona. Como toda cam­pan­ha que abraça uma causa, ger­ou bas­tante polêmi­ca e deixou à mostra a ver­são mais con­ser­vado­ra que ain­da impera em muitas camadas da sociedade.

Qual seu esti­lo?

Numa época em que as pes­soas estão mais voltadas para o auto­con­hec­i­men­to, procu­ran­do se enten­der em meio ao caos, muitas mul­heres tem se inter­es­sa­do em saber mais sobre esti­lo, e iden­ti­ficar o seu. Faz parte do proces­so de auto­con­hec­i­men­to, mais em alta do que nun­ca.

Exis¬≠tem sete esti¬≠los uni¬≠ver¬≠sais pre¬≠dom¬≠i¬≠nantes, mas cada mul¬≠her pas¬≠seia por cer¬≠ca de tr√™s. Cada sem¬≠ana vamos descr¬≠ev¬≠er um deles. Hoje, o Esti¬≠lo Cl√°s¬≠si¬≠co. A mul¬≠her de esti¬≠lo cl√°s¬≠si¬≠co cos¬≠tu¬≠ma ser mais con¬≠ser¬≠vado¬≠ra na escol¬≠ha das mod¬≠e¬≠la¬≠gens, cores e estam¬≠pas. Cuida¬≠dosa com os decotes, rara¬≠mente se arrisca a fugir do con¬≠ven¬≠cional e opta pelos cl√°s¬≠si¬≠cos, que nun¬≠ca saem de moda. Esse com¬≠por¬≠ta¬≠men¬≠to se reflete tam¬≠b√©m na maquiagem, no corte de cabe¬≠lo, nos sap¬≠atos mais fecha¬≠dos e nos acess√≥rios, sem¬≠pre del¬≠i¬≠ca¬≠dos nas for¬≠mas e no taman¬≠ho.

saiba antes via instagr

PUBLICIDADE