PUBLICIDADE

são paulo

São Paulo investiga se 968 pessoas tomaram vacina vencida

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo tenta confirmar se 968 pessoas tomaram, de fato, vacinas fora do prazo de validade. A denúncia foi publicada pela Folha de S. Paulo na última sexta-feira (2), mas corrigida: o cruzamento de dados apresentado possui falhas de informações em sua origem e não permite a confirmação de que 26 mil doses de AstraZeneca vencida tenham sido aplicadas em 1.532 cidades.

Embora tenha negado o incidente, a prefeitura de São Paulo tenta confirmar a informação. Assim, repassou dados às Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que farão uma nova checagem entre as informações registradas no sistema e cadastradas no momento da aplicação.

Caso seja comprovado o uso de imunizante fora do prazo, a prefeitura deve acionar o Ministério da Saúde para discutir o procedimento a ser adotado. A possibilidade de ser apenas um erro no cadastro também é grande.

Segundo a prefeitura paulistana, as datas de validade das vacinas são checadas no recebimento, distribuição e também aplicação. O Ministério da Saúde também rechaçou que tenha repassado imunizantes vencidos aos Estados e Distrito Federal.

*Com informações da Isto É