PUBLICIDADE

1.0 - RADARmundo

Saiba mais sobre a onda de calor “Lucifer” que atingiu a Europa

Apelidada de “Lucifer”, uma onda de calor escaldante no Mediterrâneo segue firme nesta semana. O clima é considerado o mais quente na Europa desde 2003, com temperaturas que ultrapassam 40 °C. O Meteoalarm, sistema de alerta meteorológico, emitiu alertas vermelhos para a Itália, Croácia e Hungria, entre os oito países atingidos.

Na Espanha, existem avisos de tempo quente em em 31 das 50 províncias do país, e Córdoba atingiu 43 °C. Algumas regiões estão experimentando seca severa e há preocupações sobre incêndios florestais, além da ameaça para a saúde humana.

“Este período prolongado de tempo extremamente quente é particularmente perigoso para as pessoas com problemas cardíacos, de pressão alta e asma, assim como os idosos e as crianças”, disse a Cruz Vermelha.

Em Bordeaux, França, as pessoas mergulharam em fontes públicas para aliviar o corpo e, em Roma, Itália, a onda de calor coincidiu com um colapso dos serviços públicos, incluindo meios de transporte, segundo informações do The New York Times.

Já em Belgrado, Sérvia, grupos defensores de animais recomendam os moradores a colocar tigelas de água fora de seus edifícios e parques para cães de rua. O jornal norte-americano ouviu especialistas, que indicam a tendência de verões cada vez mais quentes nos próximos anos.

 

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE