PUBLICIDADE

carros & motos

Protestos paralisam serviços públicos de transporte em todo país

Hoje, quarta-feira (15), os moradores das principais capitais brasileiras enfrentaram dificuldades por conta de uma paralisação nos serviços públicos de transporte. Os trabalhadores protestam contra a reforma trabalhista e da Previdência propostas pelo governo Michel Temer.

Em São Paulo, o metrô funciona parcialmente e os ônibus ficaram totalmente paralisados até às 8h. Por isso, o rodízio de veículos foi suspenso. Táxis e fretados com passageiros poderão passar pelas faixar de ônibus durante todo o dia.

Já no Rio de Janeiro, os ônibus continuam paralisados. O metrô continua funcionando normalmente. Professores das redes pública e privada e os bancários também prometeram paralisações hoje.

Em outros 22 estados, mais o Distrito Federal, também planejam greve para o dia de hoje. Em Belo Horizonte, apesar de ordem judicial do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o metrô ficará paralisado, mesmo nos horários de pico. Os ônibus circulam normalmente, mas um ato de protesto está marcado ainda para a parte da manhã.

Em Brasília, os transportes funcionam normalmente, mas os sindicatos convocaram uma manifestação em frente à Catedral Metropolitana, na Esplanada dos Ministérios. Na cidade de Curitiba, os protestos do transporte rodoviário também reivindicam pela campanha salarial.

Porto Alegre o sindicato não prevê paralisações do transporte. Mas, permite que os motoristas e cobradores realizem seus protestos isoladamente, se assim quiserem. Já os servidores municipais também organizam protestos. Um ato unificado está previsto para as 17h, no Centro Histórico.

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE