PUBLICIDADE

política

Programa para capacitar jovens terá auxílio de R$ 600, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (26) que o governo federal deve lançar, em breve, um novo programa de incentivo à qualificação da mão de obra. Segundo o ministro, o objetivo é preparar jovens para o mercado de trabalho formal, permitindo que eles recebam uma ajuda de custo de R$ 600 para trabalhar e, assim, conquistar uma profissão.

‚ÄúEstamos lan√ßando um olhar justamente para evitar o que, no mercado de trabalho, se chama de Efeito Cicatriz‚ÄĚ, disse o ministro, se referindo ao termo usado por especialistas para explicar os preju√≠zos √† evolu√ß√£o profissional que costumam afetar quem ingressa de forma prec√°ria no primeiro emprego.

De acordo com o ministro, a proposta do Ministério da Economia é, por meio da parceria com empresas interessadas, pagar R$ 600 aos beneficiários do programa. Metade do valor será pago pelo governo, metade pelos empregadores, que também teriam que oferecer meios de capacitar esta mão de obra.

‚ÄúA ideia b√°sica √© que o governo pague R$ 300 e as empresas mais R$ 300. Ou seja, as empresas pagar√£o para treinar [os jovens], que ser√£o qualificadas para desempenhar o que, depois, ser√£o seus empregos‚ÄĚ, comentou Guedes, explicando que a iniciativa s√≥ n√£o foi lan√ßada ainda por quest√Ķes or√ßament√°rias.

‚ÄúTemos os recursos para este ano, mas queremos que seja um contrato de [trabalho de] pelo menos um ano. Ent√£o, em vez de lan√ßar um contrato de seis meses [s√≥ at√© o fim deste ano], estamos tentando obter fontes [de recursos financeiros] para que o jovem fique coberto por este programa de treinamento no trabalho por pelo menos um ano‚ÄĚ, disse Guedes, assegurando que o minist√©rio j√° vem conversando sobre a iniciativa com algumas ‚Äúimportantes empresas‚ÄĚ.

Essas medidas j√° v√™m sendo anunciadas pela equipe econ√īmica h√° alguns meses, embora sem detalhamentos. J√° no come√ßo de maio,¬†Guedes disse¬†que o B√īnus de Inclus√£o Produtiva (BIP) e o B√īnus de Incentivo √† Qualifica√ß√£o da M√£o de Obra (BIQ) proteger√£o os chamados ‚Äúcidad√£os invis√≠veis‚ÄĚ, que n√£o est√£o cobertos nem pelo programa Bolsa Fam√≠lia, nem pelo Benef√≠cio de Presta√ß√£o Continuada (BPC). Discurso que ele repetiu hoje,¬†ao anunciar os resultados¬†do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) relativos ao m√™s de abril.

‚ÄúProtegemos os ‘invis√≠veis’ com o aux√≠lio emergencial. Agora, com nossas pol√≠ticas de emprego, precisamos cuidar dos milh√Ķes de brasileiros que n√£o conseguiram [ingressar] no mercado formal de trabalho‚ÄĚ, acrescentou o ministro.

Edição: Denise Griesinger