PUBLICIDADE

sa√ļde

Postura errada, sedentarismo e obesidade favorecem a escoliose

Dores e inc√īmodos nas costas, dificuldade para respirar e altera√ß√Ķes na posi√ß√£o regular dos ombros e quadril s√£o fortes ind√≠cios de problemas na coluna. Em muitos casos, o diagn√≥stico √© a deformidade na coluna vertebral, que pode se apresentar de diversas formas como, escoliose.

A escoliose, que tem tratamento, atinge at√© 4% da popula√ß√£o mundial, de acordo com o especialista em ortopedia e traumatologia Marcus Alexandre Mello Santos.A maioria dos casos √© agravada por outros problemas de sa√ļde, h√°bitos e comportamentos. Obesidade, sedentarismo e postura inadequada aparecem na lista de fatores de complica√ß√£o. ‚ÄúEntre os adolescentes, a escoliose n√£o costuma gerar dor. Por essa raz√£o, contamos com a observa√ß√£o e an√°lise de professores de educa√ß√£o f√≠sica e pediatras.‚ÄĚ O especialista ressalta que hist√≥rico familiar tamb√©m √© um fator, al√©m do sexo, j√° que, na popula√ß√£o, a m√©dia √© de 7 mulheres para cada 1 homem afetados pela escoliose.

Segundo o m√©dico, essa deformidade se apresenta em tr√™s formas: idiop√°ticas (sem raz√£o aparente), neuromusculares (desequil√≠brios neurol√≥gicos ou musculares) e cong√™nitas (que nasceu com o indiv√≠duo). ‚ÄúPessoas saud√°veis, de um dia para o outro, come√ßam a ter dores. Ao investigar, por meio de exames de imagem (raio-x), descobrimos a escoliose idiop√°tica, que corresponde a 70% das deformidades da coluna.‚ÄĚO tratamento inclui fisioterapia e outras atividades f√≠sicas, uso de coletes ortop√©dicos para minimizar o desenvolvimento da deformidade vertebral durante o crescimento e, em algumas situa√ß√Ķes, medica√ß√Ķes. ‚ÄúA cirurgia √© indicada normalmente para curvas que t√™m probabilidade de progress√£o. Acima de 40 e 50 graus, fazemos interven√ß√£o cir√ļrgica‚ÄĚ, explica Marcus Alexandre Mello Santos.

H√° 18 anos trabalhando como ortopedista, atendendo casos de deformidades vertebrais (escolioses, cifoses e outras deformidades da coluna), o m√©dico revela que a cirurgia √© eficaz em grande parte dos tratamentos. Apenas os pacientes que apresentam curvas muito elevadas podem n√£o obter o sucesso esperado, portanto, como na maioria das √°reas da medicina, o diagn√≥stico precoce √© de suma import√Ęncia.

 

Fotos: Reprodução

PUBLICIDADE